Francês Fábio Quartararo repete… Portimão

O português Miguel Oliveira (KTM) obteve hoje a 16.ª posição na qualificação para o Grande Prémio de Espanha de MotoGP, quarta prova do Campeonato do Mundo, para o qual o francês Fabio Quartararo (Yamaha) sairá da “pole position”.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Quinze dias depois de ter largado da “pole position”, o francês Fabio Quartararo (Yamaha) repete o feito em Jerez de le Frontera, o que sucede desde 2 019, tendo, desta feita, a seu lado o italiano Fábio Morbidelli (Yamaha) e o australiano Jack Miller (Ducati), o mais rápido da marca italiana, que colocou três motos nas seis primeiras posições da grelha.

O português Miguel Oliveira (KTM), depois de ter sido sétimo nas duas sessões de ontem, não foi além do 16.º tempo no terceiro treino livre e foi obrigado a participara na Q1, onde ficou em sexto entre os 13 pilotos participantes o que o relega para a sexta linha da grelha, à frente do seu ídolo, o italiano Valentino Rossi (Yamaha),

De assinalar que o espanhol Marc Marquez (Honda) foi vitima de uma violenta queda na terceira sessão de treinos livres, o que o levou a passar pelo hospital onde, verificado que não tinha lesões, foi autorizado a regressar ao circuito e participar na qualificação, que terminou no 20.º lugar.

O australiano Remy Gardner (Kalex), que foi o mais rápido, ontem, na primeira sessão de treinos livres, assegurou a primeira posição da grelha, para a corrida de Moto2, o que não acontecia desde o GP de Portugal do ano passado, à frente dos italianos Fábio Di Giannantonio (Kalex) e Marco Bezzecchi (Kalex), com o comandante do respectivo campeonato, o inglês Sam Lowes (Kalex), a largar de quinto.

Na luta pela “pole position” para a corrida de Moto3, vantagem do japonês Tatsuki Suzuki (Honda), que alcançou a terceira “pole” consecutiva no traçado espanhol e que, com o espanhol Jeremy Alcoba (Honda), formou o duo que chegou ao segundo “45”.

O italiano Andrea Migno (Honda), que tinha sido o mais rápido na terceira sessão de treinos livres, tendo sido o único, ao longo do fim-de-semana que chegou ao segundo “44”, foi relegado para a terceira posição.

O brasileiro Eric Granado (Energica) continua a dominar a primeira prova do campeonato de MotoE Free e garantiu a “pole position” para a primeira corrida, à frente do alemão Lukas Tulovic (Energica) e do espanhol Fermin Aldeguer (Energica).

O português André Pires (Energica) que faz a estreia no campeonato vai largar da derradeira posição da grelha e terá pela frente uma corrida de recuperação.

GRELHAS DE PARTIDA

MotoGP – 1.ª linha: Fábio Quartararo (Yamaha), 1’36,755”; Franco Morbidelli (Yamaha), 1’36,812”; Jack Miller (Ducati), 1’36,860”; 2.ª linha: Francesco Bagnaia (Ducati), 1’36,960”; Takaaki Nakagami (Honda), 1’37,008”; Johann Zarco (Ducati), 1’37,054”; 3.ª linha: Maverick Viñales (Yamaha), 1’37,070”; Aleix Espargaro (Aprilia), 1’37,085”; Alex Rins (Suzuki), 1’37,124”; …; 6.ª linha: Miguel Oliveira (KTM), 1’37,746”; Valentino Rossi (Yamaha), 1’37,915”; Luca Marini (Ducati), 1’37,025”. Alinham mais cinco pilotos

Moto2 – 1.ª linha: Remy Gardner (Kalex), 1’40,667”; Fábio Di Giannantonio (Kalex), 1’40,738”; Marco Bezzecchi (Kalex), 1’40,753”; 2.ª linha: Raul Fernandez (Kalex), 1’40,808”; Sam Lowes (Kalex), 1’40,833”; Xavi Vierge (Kalex), 1’41,038”; 3.ª linha: Augusto Fernandez (Kalex), 1’41,210”; Joe Roberts (Kalex), 1’41,235’’ ; Ai Ogura (Kalex), 1’41,251”. Alinham mais 22 pilotos.

Moto3 – 1.ª linha: Tatsuki Suzuki (Honda), 1’45,807”; Jeremy Alcoba (Honda), 1’45,392”; Andrea Migno (Honda), 1’46,007”; 2. linha: Gabriel Rodrigo (Honda), 1’46,048”; Romano Fenati (Husqvarna), 1’46,166; John McPhee (Honda), 1’46,185”; 3.ª linha: Darryn Binder (Honda), 1’46,288”; Ayumu Sasaki (KTM), 1’46,312”; Niccolà Antonelli (KTM), a 1’46,440”. Alinham mais 19 pilotos

MotoE Free – 1.ª linha: Eric Granado (Energica), 1’47,778”; Lukas Tulovic (Energica), 1’48,012”; Fermin Aldeguer (Energica), 1’48,293”; 2.ª linha: Dominique Argerter (Energica), 1’48,373”; Alessandro Zaccone (Energica), 1’48,478”; Jordi Torres (Energica), 1’48,507”; 3.ª linha: Mattia Casadei (Energica), 1’48,614”; Xavi Cardelus (Enérgica), 1’48,806”; Maria Herrera (Energica), 1’48,809”; …; 6.ª linha: Kevin Zannoni (Energica), 1’59,570”; André Pires (Energica), 1’52,200”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *