Fórmula E no Mónaco este fim de semana

Quinze dias antes do Grande Prémio do Mónaco e para aproveitar as estruturas montadas para a Fórmula 1, as ruas de Monte Carlo recebem a sétima prova do Campeonato do Mundo de Fórmula E, que tem o holandês Nyck De Vries (Mercedes) no comando.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Ao contrário do que aconteceu nas anteriores presenças da Fórmula E no Principado, desta feita o percurso será o mesmo do traçado do Grande Prémio de Fórmula 1, o que implica a subida para o Casino, com o consequente aumento do consumo de energia, o que vai obrigar a um maior cuidado na sua gestão, para não suceder o mesmo que aconteceu em Valência, onde muitos desistiram na derradeira volta, por terem esgotado as pilhas.

Trata-se de um novo desafio para equipas e pilotos, tal como sucedeu no circuito espanhol, o primeiro convencional a integrar um campeonato pensado para as ruas da cidade.

Nyck De Vries e o inglês Sam Bird (Jaguar), em Diriyah, o francês Jean-Eric Vergne (DS) e o belga Stoffel Vandoorne (Mercedes), em Roma, e Nyck de Vries e Jake Dennis (BMW), em Valência, foram os vencedores das corridas efectuadas e no lote falta o português António Félix da Costa (DS) que podia ter vencido a primeira corrida em Valência, perdida por falta de energia.

A exemplo do que fez o ano passado a DS, este ano tem sido dominado pela Mercedes, que venceu metade das corridas, com os seus pilotos a ocuparem as duas primeiras posições, o que os pode prejudicar na qualificação, quando vão integrar o primeiro grupo a entrar em acção, que por norma não consegue colocar nenhum piloto na “Super Pole”.

Vantagem teórica para António Félix da Costa, que integrará o terceiro grupo e que terá hipótese de, pela primeira vez, esta temporada, chegar à “Super Pole”.

De assinalar que Monte Carlo é a única cidade a ter uma única corrida, com a competição a prosseguir, com jornadas duplas nas ruas de Puebla (México), New York (Estados Unidos), Londres (Inglaterra) e Berlim (Alemanha).

CLASSIFICAÇÕES DO CAMPEONATO

Pilotos – 1.º, Nyck De Vries, 57 pontos ; 2.º, Stoffel Vandoorne, 48; 3.º, Sam Bird, 43; 4.º, Robin Frijns, 43; 5.º, Mitch Evans, 39; 6.º, René Rats, 39; 7.º, Jean-Eric Vergne, 33; 8.º, Jake Dennis, 33; 9.º, Edoardo Mortara, 32; 10.º, Pascal Wehrlein, 32; 11.º, Nico Muller, 30; 12.º, Oliver Rowland, 27; 13.º, Alexander Sims, 24; 14.º, António Félix da Costa, 24; 15.º, Alex Lynn, 21; 16.º, André Lotterer, 18; 17.º, Nick Cassidy, 15 ; 18.º, Oliver Turvey, 13; 19.º, Lucas Di Grassi, 13; 20.º, Sérgio Sette Câmara, 12; 21.º, Maximilian Gunther, 12 ; 22.º, Sébastien Buemi, 11; 23º, Norman Nato, 11; 24.º, Tom Blomqvist; 5.

Equipas – 1.º, Mercedes-EQ Formula E Team, 105 pontos; 2.º, Jaguar Racing, 82; 3.º, Envision Virgin Racing, 58; 4.º DS Techeetah, 57; 5.º, Audi Sport ABT Schaeffler, 52; 6.º, TAG Heuer Porsche Formula E Team, 50; 7.º, BMW i Andretti Motorsport, 45; 8.º, Mahindra Racing, 45; 9.º, Rokti Venturi Racing, 43; 10.º, Dragon/Penske Autosport, 42; 11.º, Nissan e-Dams, 38; 11.º, Nio 333 FE Team, 18.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *