Fórmula 1 cumpre programa no Brasil

Com os títulos entregues ao inglês Lewis Hamilton (Pilotos) e á Mercedes (Construtores) as duas provas que fecham a temporada de Fórmula 1 (Brasil e Abu Dhabi) limitam-se a acontecer para cumprir o calendário.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Com apenas o terceiro lugar do pódio final para decidir, a situação pode permitir às equipas começarem a preparação da nova temporada, algo que poderá acontecer na Ferrari, com o monegasco Charles Leclerc.

Uma fuga de óleo na unidade de potência, ocorrida na terceira sessão de treinos livres nos Estados Unidos, levou a que Charles Leclerc tivesse efectuado a corrida com a versão anterior do motor, que já tinha muitos quilómetros, o que implica o recurso a uma nova unidade, no Brasil, com a consequente penalização de 10 lugares na grelha de partida, por exceder o limite (três permitido pelo regulamento).

Contudo não está excluída a hipótese do monegasco, mesmo à custa de uma maior penalização, trocar mais elementos do motor, já com o pensamento em 2020, ano em que a Ferrari quer apagar a má imagem deixada esta temporada.

A corrida deverá ser dominada por mais um duelo Mercedes, Ferrari, Red Bull, com a McLaren a procurar continuar a ser “a melhor das outras, tendo o quarto lugar, à frente da equipa oficial da Renault, que lhe fornece os motores, quase garantido, podendo no Brasil assegurá-lo de forma definitiva.

CLASSIFICAÇÕES DOS “MUNDIAIS”

PILOTOS – 1.º, Lewis Hamilton, 381 pontos; 2.º, Valtteri Bottas, 314; 3.º, Charles Leclerc, 249; 4.º, Max Verstappen, 235; 5.º, Sebastian Vettel, 212; 6.º, Alexander Albon, 84; 7.º, Carlos Sainz, 80; 8.º, Pierre Gasly, 77; 9.º, Daniel Ricciardo, 46; 10.º, Sergio Perez, 44; 11.º, Lando Norris, 41; 12.º, Nico Hulkenberg, 37; 13.º, Daniil Kvyat, 34; 14.º, Kimi Raikkonen, 31; 15.º, Lance Stroll, 21; 16.º, Kevin Magnussen, 20; 17.º, Romain Grosjean, 8; 18.º, Antonio Giovinazzi, 4; 19.º, Robert Kubica, 1.

CONSTRUTORES – 1.º, Mercedes AMG Petronas Motorsport, 695 pontos; 2.º, Scuderia Ferrari, 479; 3.º, Aston Martin Red Bull Racing, 366; 4.º, McLaren F1 Team, 121; 5.º, Renault F1 Team, 83; 6.º, SportPesa Racing Point F1 Team, 65; 6.º, Red Bull Toro Rosso Honda, 64; 8.º, Alfa Romeo Racing, 35; 9.º, Rich Energy Haas F1 Team, 28; 10.º, ROKiT Williams Racing, 1.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação