Ford produz máscaras e viseiras de protecção facial

 Para o regresso ao trabalho em segurança dos trabalhadores europeus, a produção de equipamento de protecção individual é levada a cabo na Alemanha, Roménia, Espanha e no Reino Unido, reduzindo a procura destes apetrechamentos necessários a outros serviços e indústrias. A iniciativa visa, globalmente, ajudar a impedir a propagação do Covid-19.

(auto.look2010@gmail.com)

A Ford está a produzir máscaras e viseiras de protecção facial como parte das iniciativas que irão proporcionar um ambiente de trabalho seguro para os colaboradores que desempenham actividades essenciais nas instalações Ford na Europa, durante a crise da pandemia provocada pelo Covid-19. A produção de equipamento de protecção individual já está em marcha nas instalações Ford na Alemanha, Roménia, Espanha e Reino Unido. Esta medida foi aplicada para assegurar que a intenção da Ford em recomeçar a sua produção na próxima semana na maioria das suas fábricas de motores e de veículos, na Europa, não contribua para o aumento da procura mundial destes equipamentos.

«Queremos que as nossas instalações de produção estejam preparadas e os nossos colaboradores protegidos – mas estamos determinados a que tal não tenha impacto na obtenção do equipamento de protecção por aqueles que combatem a crise do Covid-19 necessitam», afirmou Rene Wolf, director de Produção, Ford Europa.

A empresa planeia aumentar a produção para alcançar todas as necessidades no momento em toda a actividade de negócio seja retomada na Europa, recorrendo à mesma medida nos EUA, de modo a disponibilizar máscaras para os colaboradores Ford em todo o mundo.

PRODUÇÃO DE MÁSCARAS

Num desafio lançado pela empresa inglesa Duntun Campus, foram instalados dois novos equipamentos especialmente para a produção de máscaras, que são capazes de produzir entre 60 e 90 máscaras faciais descartáveis por minuto. Três equipas de dez trabalhadores trabalham em turnos na produção destas máscaras.

«Para ter estes equipamentos operacionais em tão pouco tempo, a resposta de todos os envolvidos foi incrível. O equipamento foi fornecido pela empresa na China, e uma equipa Ford China trabalharam sem parar para preparar a entrega, garantindo que pudéssemos aprender facilmente como a instalar e utilizar. Agora, após poucas semanas do arranque do projecto, já temos os nossos colaboradores protegidos», afirmou Chris White, gerente do Dunton Technical Centre, Ford Europa.

VISEIRAS DE PROTECÇÃO

Na Alemanha, o Centro de Protótipos Rápidos, em Merkenich, irá no futuro assegurar a produção das viseiras de protecção necessárias para aquela região. A equipa está a usar máquinas de moldelagem por injecção para produzir até 5.000 viseiras por dia para uso nas instalações Ford na Europa.

Na fábrica de Valência, em Espanha, a Ford recorreu a impressoras 3D para produzir 300 viseiras de protecção diariamente, tendo sido já doadas 5,500 unidades a profissionais de saúde. Outras 1,500 viseiras de protecção serão doadas, enquanto a equipa continuará a produzir mais unidades para uso interno.

As viseiras de protecção também são produzidas em Craiova, na Roménia. Cerca de 10.000 unidades já foram produzidas para colaboradores Ford e para a rede de concessionários locais. A equipa aguarda as aprovações necessárias pelas autoridades Romenas, que permitirão que este material seja doado a hospitais e outras instituições.

Esta iniciativa de produção de máscaras e viseiras de protecção facial faz parte do Project Apollo da Ford, um esforço global para reduzir a procura de equipamento de protecção individual, suporte com iniciativas locais e nacionais e o aumento de ventiladores hospitalares disponíveis – num esforço combinado na ajuda à redução da propagação do Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: