Finalmente a Ferrari…

Um bom resultado na terceira sessão de treinos para o Grande Prémio do Mónaco e que pode ser estimulante para a equipa italiana bem precisada de factores de motivação, face ao domínio que a Mercedes tem exercido.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

A “correr em casa”, o monegasco Charles Leclerc (Ferrari) foi o mais rápido na terceira sessão de treinos livres para o GP de Mónaco, depois do alemão Sebastian Vettel (Ferrari), que estava a ser o mais rápido, ter batido em Saint Devote e perdido parte da sessão.

Um resultado que pode ser estimulante para a equipa italiana bem precisada de factores de motivação, face ao domínio que a Mercedes tem exercido. Contudo os “Mercedes boys” colocaram-se nos lugares seguintes, com o finlandês Valtteri Bottas a superar o inglês Lewis Hamilton e a menos de um décimo de segundo do monegasco.

Bom desempenho dos Red Bull/Honda que ficaram nos lugares seguintes, com o francês Pierre Gasly a secundar o holandês Max Verstappen, que tem sido o “ponta de lança” da equipa das bebidas energéticas, e a mostrar nas ruas de Monte Carlo uma eficácia que ainda não tinha sido vista.

Excelente sexto tempo do italiano Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo/Ferrari), com os carros da marca de Arese a mostrarem uma enorme eficácia como o demonstra o nono tempo do finlandês Kimi Raikkonen (Alfa Romeo/Ferrari) que, amanhã, alinha no 300.º Grande Prémio da sua carreira.

Entre os dois colocaram-se o russo Daniil Kvyat (Toro Rosso/Honda) e dinamarquês Kevin Magnussen (Haas/Ferrari), com o inglês Alexander Albon (Toro Rosso/Honda) a completar o lote dos 10 mais rápidos.

Os Renault, do alemão Nico Hulkenberg e do australiano Daniel Ricciardo, colocaram-se nos lugares seguintes, o que deixa em aberto a possibilidade de chegarem à Q3, naquela que é a qualificação mais exigente face às características de um traçado onde quase não há pontos de ultrapassagem e quem parte na frente tem fortes possibilidades de vencer.

De assinalar, ainda, que apesar de continuarem nos dois últimos lugares da tabela de tempos, o polaco Robert Kubica (Williams/Mercedes) foi mais rápido do que o seu colega de equipa, o inglês George Russell (Williams/Mercedes), o que ainda não tinha sucedido.

TEMPOS DO TREINO LIVRE

PILOTOCARROMOTOR3.º TREINO
Charles LeclercFerrari SF90Ferrari1’11,265″
Valtteri BottasMercedes W10Mercedes1’11,318″
Lewis HamiltonMercedes W10Mercedes1’11,478″
Max VerstappenRed Bull RB15Honda1’11,539″
Pierre GaslyRed Bull RB15Honda1’11,738″
Antonio GiovinazziAlfa Romeo C38Ferrari1’12,170″
Danill KvyatToro Rosso STR14Honda1’12,194″
Kevin MagnussenHaas VF-19Ferrari1’12,270″
Kimi RaikkonenAlfa Romeo C38Ferrari1’12,308″
Alexander AlbonToro Rosso STR14Honda1’12,338″
Nico HulkenbergRenault RS19Renault1’12,489″
Daniel RicciardoRenault RS19Renault1’12,519″
Romain GrosjeanHaas VF-19Ferrari1’12,566″
Sebastian VettelFerrari SF90Ferrari1’12,583″
Carlos SainzMcLaren MCL34Renault1’12,862″
Lando NorrisMcLaren MCL34Renault1’12,914″
Sergio PerezRacing Point RP19Mercedes1’13,232″
Lance StrollRacing Point RP19Mercedes1’13,622″
Roberto KubicaWilliams FW 42Mercedes1’14,006″
George RussellWilliams FW 42Mercedes1’14,305″

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação