Filipe Paiva construiu carreira de luxo no Trial

Lousanense está de “pedra e cal” no Trial, disciplina das duas rodas que abraçou em 2002, ano em que se sagrou campeão nacional na classe de Promoção. O experiente piloto, que defende as cores Trialmotor e AUTOLOOK, encontra-se desde 2002 na selecção nacional no Trial das Nações e com um universo de provas disputadas.

(auto.look2010@gmail.com)

Filipe Paiva é um piloto de trial que dispensa apresentações, contabilizando no seu percurso um infinito de títulos conquistados e provas disputadas. É, provavelmente, um dos pilotos mais completos da disciplina e, apesar da idade, mantém intacta a vontade de querer fazer mais e melhor, nunca desprezando o sentido de missão a que está demarcado.

A sua presença contínua (18 anos) na selecção de Portugal representa experiência e devoção pela disciplina. O piloto Trialmotor entende, aos 36 anos de idade, que é fundamental o papel dos mais jovens para que o Trial possa crescer e ter sucesso. No entanto, Filipe Paiva, que ainda está muito longe de ser “empurrado” para a “reforma”, mantém-se fiel aos seus princípios, preservando a identidade que o caracterizou ao longo de vários anos e ostentando, ainda, o “rótulo” de número 3 da Elite Nacional.

Em defesa permanente das cores da Trialmotor, que criou no dia 17 de Junho de 2002, o experiente piloto da Lousã, Mestre em Arqueologia Pré-Histórica e Arte Rupestre, abraçou um projecto que ganhou asas muito rapidamente, vincando-o em todo o mundo. Trata-se da empresa Trialmotor que, a partir da Rua do Quintal, em Ceira dos Vales, no concelho da Lousã, expandiu a sua marca no apoio a campeões internacionais da disciplina das duas rodas, como é o caso de países como a Rússia, o Irão, Espanha e Portugal.

Do seu recheado palmarés, tanto no plano individual, como ao nível de selecção, conta-se, por exemplo, o ceptro de Campeão Nacional na classe de Promoção em 2002, ano em que aderiu à modalidade e, em 2003, ingressou na categoria de Consagrados. Em 2006 teve a sua primeira chamada para representar a Selecção Nacional de Trial na qualidade de piloto e, em 2009, sagrou-se vice-campeão nacional na classe de Consagrados.

Decorria os anos de 2010 e 2011 quando o piloto AUTOLOOK respondeu cabalmente com dois terceiros lugares no Campeonato da Europa de Trial, na classe Internacional. Uma prestação que lhe valeu subir em dois anos consecutivos ao degrau mais baixo do pódio na classe Internacional em Andorra.

Conta também com 10 participações no Trial das Nações (Campeonato do Mundo por Selecções Nacionais)  como piloto da selecção nacional de Trial.

Filipe Paiva destaca-se também no mundo do empreendedorismo, empregando seriedade e dedicação ao trabalho para concretizar um sonho antigo e que iniciou em 2013, com a “fundação” da Trialmotor. Uma empresa alicerçada na capacidade arrojada de progredir, fixada pela sua personalidade ímpar e pela sua postura coerente e frontal como encara cada desafio.

Reconhecido pela importante contribuição e o seu inegável valor numa modalidade que está a despoletar cada vez mais jovens promessas, Filipe Paiva é uma presença constante no circuito internacional através da Selecção Nacional de Trial no Trial das Nações em que se mantém desde 2002. Filipe Paiva “acelera” também com as cores AUTOLOOK, uma marca que pretende crescer em parceria com os melhores dos melhores.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação