Filipe Albuquerque testou em Daytona

O experiente piloto de Coimbra desenvolveu, durante três dias em pista, a preparação para as emblemáticas 24 Horas de Daytona, que irão ter lugar no final do mês do corrente mês naquele traçado norte-americano.

(auto.look2010@gmail.com)

Filipe Albuquerque, vencedor da prova em 2018, estreou-se este fim-de-semana com a sua nova equipa, a Whelen Engineering Racing, partilhando a condução do Cadillac #31 com Mike Conway, Felipe Nasr e Pipo Derani. As seis sessões de treinos correram bem com os pilotos a trabalharem na afinação e adaptação ao carro e a rodarem sempre entre os seis mais rápidos. No treino cronometrado que encerrou os três dias de testes, que visava determinar a ordem de escolha das boxes, ficaram com o quarto melhor crono.

No final dos três dias, Filipe Albuquerque estava satisfeito com a prestação: «Trabalhámos e rodámos bastante. Estou contente com a nossa prestação. Acho que no cronometrado poderíamos ter feito melhor, talvez segundo, mas ficámos sem gasolina na última volta. Em termos de andamento estamos todos muito próximos. Resta agora saber o que acontecerá com o “balance of performance”. Se não houver grandes ajustes, vamos estar todos muito próximos e vamos ter uma corrida muito disputada, como aliás, é sempre», referiu o piloto de Coimbra e embaixador da Kia Portugal e Clube Automóvel do Centro que regressa agora a Portugal, enquanto a equipa vai analisar toda a informação recolhida e trabalhar no “set-up” que irão usar dentro de algumas semanas. O regresso a Daytona acontece a 22 de Janeiro. A corrida está marcada para sábado, dia 25.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação