Filipe Albuquerque penalizado com o Acura

O piloto de Coimbra vai partir do sétimo e último lugar dos DPi para a corrida de qualificação para as Rolex 24 Horas de Daytona, devido ao Acura ARX-05 da Wayne Taylor Racing, estar abaixo do peso mínimo regulamentar após a sessão de qualificação de ontem.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

Filipe Albuquerque, que tinha sido o 5.º classificado e o primeiro entre a “armada” Acura na primeira vez que conduziu o protótipo da Wayne Taylor Racing para o IMSA WeatherTech Sportscar Championship, viu-se numa posição um pouco desconfortável, embora não belisque absolutamente nada a disposição de lutar pelos lugares cimeiros e, quiçá o triunfo na companhia do norte-americano Ricky Taylor. Um erro da equipa que, todavia, não fará baixar os braços de Filipe Albuquerque e Ricky Taylor.

Em igualdade circunstancial está o Ligier LMP2 com o número 21 da equipa RWR-Eurasia, entregue aos pilotos C. Ware e S. Yoluc, assim como do brasileiro Felipe Nasr e o colega M. Conway com o Cadillac número 31 nas portas da equipa Whelen Engineering Racing, que tinham sido os mais rápidos e garantido a “pole position”.

Perante este cenário, o Mazda número 55 da classe DPi, entregue aos pilotos O. Jarvis e H. Tincknell, da equipa Mazda Motorsports, que tinha sido segundo na sessão de qualificação, acabou por herdar a “pole position” para a Motul Pole Award 100, corrida de qualificação para as Rolex 24 Horas de Daytona.

Com estas desqualificações, tanto o protótipo de Filipe Albuquerque como os dos restantes pilotos penalizados, não poder partir das últimas posições das respectivas classes para a corrida de qualificação para a Rolex 24 Horas de Daytona com a duração de 1h40m, prevista para as 19h05 de hoje (hora de Portugal Continental).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *