Filipe Albuquerque no 3.º lugar da LMP2

A equipa Jota Sport, onde alinha o português António Félix da Costa, Anthony Davidson e Roberto Gonzalez perdeu o segundo lugar na categoria LMP2, na etapa World Endurance Championship, em Fuji. Filipe Albuquerque beneficiou com a decisão e ocupou o último lugar do pódio.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

António Félix da Costa, Anthony Davidson e Roberto Gonzalez, que ocuparam o lugar intermédio do pódio na categoria LMP2 da segunda ronda do World Endurance Championship, disputada no traçado japonês de Fuji, viram a sua equipa desclassificada. O Oreca 07 com o número 38 que tinha ficado atrás 25 segundos da viatura vencedora da Racing Team Nederland, pilotada por Nyck de Vries, Giedo van der Garde e Frits van Eerd, foi-lhe detectada uma irregularidade.

De acordo com o boletim dos comissários desportivos, verificou-se que o «interruptor neutro externo do Oreca da equipa Jota não pode desconectar a transmissão» na inspecção pós-corrida. O resultado da referida infracção foi a desqualificação. A Jota tinha o direito de apelar de sua desqualificação, mas optou por não fazê-lo.

Perante este cenário, a segunda prova do Campeonato do Mundo de Resistência ditou a ascensão de uma posição de Filipe Albuquerque, Phil Hanson e Oliver Jarvis, ocupando o terceiro lugar do pódio. O piloto de Coimbra e os seus companheiros de equipa são agora oitavos na classificação dos LMP2.

A próxima prova do Campeonato do Mundo de Resistência tem lugar na China, com as 4 Horas de Xangai, no dia 10 de Novembro.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação