Filipe Albuquerque de Cadillac DPi-VR em 2020

Piloto de Coimbra vai juntar-se a Felipe Nasr e Pipo Derani no próximo ano no Campeonato Norte Americano de Resistência (IMSA WeatherTech SportsCar Championship) em quatro corridas: 24h Daytona, 12h Sebring, 6h Watkins Glen e 10h Road Atlanta.

(auto.look2010@gmail.com)

O abandono do carro número 5 da Mustang Sampling Racing obrigou a uma reestruturação no seio da Action Express Racing e o piloto de Coimbra e embaixador do Clube Automóvel do Centro vai passar para o carro “irmão” número 31, o Cadillac DPi-VR com as cores da Whelen Engineering Racing, para efectuar as corridas mais longas: 24h Daytona, 12h Sebring, 6h Watkins Glen e 10h Road Atlanta.

«Não é a situação ideal, porque gostava de fazer o campeonato completo, mas estas quatro provas vão permitir-me manter em actividade no IMSA. Foi uma grande oportunidade de fazer equipa com o João (Barbosa) e Christian (Fittipaldi) e representar o Mustang Sampling nos últimos anos», começou por referir o experiente piloto conimbricense.

«A situação comercial da equipa mudou e daí esta alteração. Porém, já estão todos a trabalhar para ter de volta o carro número 5 na grelha num futuro próximo», acrescentou Filipe Albuquerque. Enquanto isso não acontece, o piloto de Coimbra centra atenções nas quatro provas do IMSA mas, sobretudo, nas corridas do Campeonato do Mundo de Resistência.

«Que será a minha principal prioridade em 2020. Para além disso, vamos também trabalhar para repetir o ELMS. Será um ano de transição no IMSA que espero regresse à normalidade em 2021», concluiu.

Assim, a primeira aparição de Filipe Albuquerque no Cadillac branco e vermelho apoiado pela Whelen Engineering acontecerá no “Roar Before the 24” no início de Janeiro em Daytona, juntamente com os pilotos Felipe Nasr e Pipo Derani, confirmados para efectuarem a temporada completa.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação