Filipe Albuquerque coroado em Portimão

Na coroação do título no European Le Mans Series, o piloto de Coimbra e o companheiro na United Autosports, o inglês Phil Hanson, fecharam a competição no terceiro lugar Autódromo Internacional do Algarve e saíram de Portimão com o título de campeões europeus da categoria LMP2.

(auto.look2010@gmail.com)

Filipe Albuquerque chegou ao Autódromo Internacional do Algarve para a realização da última jornada do European Le Mans Series já campeão e sem qualquer pressão em relação ao resultado da corrida. No entanto, traçava como objectivo conseguir a vitória na sua corrida em “casa”. No entanto, um toque no início da corrida e um furo lento perto do final, cedo arredou o piloto português e o seu companheiro de equipa na United Autosports, Phil Hanson da liderança da prova. O terceiro lugar do pódio viria a ser o desfecho da corrida que infelizmente não contou com público nas bancadas.

No final da corrida Filipe Albuquerque estava satisfeito com o pódio depois de tudo o que aconteceu: «O toque no início da corrida colocou o Phil (Hanson) na cauda do pelotão e obrigou a um reajustamento da estratégia, já que tivemos a uma paragem extra nas boxes para substituir a asa dianteira. Refeitos desse percalço inicial, encetámos a recuperação até aos lugares da frente. Estávamos a lutar pelo segundo lugar quando um furo obrigou a mais uma ida às boxes para substituir o pneu. E pronto, tivemos de nos contentar com o terceiro lugar que apesar de tudo, nos deixa muito contentes», explicou o piloto embaixador de Coimbra e do Clube Automóvel do Centro.

Em cinco jornadas, Filipe Albuquerque e Phil Hanson conseguiram três vitórias, quatro “poles positions” e dois terceiros lugares. Resultados mais que suficientes para serem campeões do European Le Mans Series: «E isso é sem dúvida o mais importante. Queríamos tanto este título, lutámos e trabalhámos muito. Hoje fechamos o ciclo e é maravilhoso saber que este campeonato é nosso».

Filipe Albuquerque centra agora atenções na última jornada do Campeonato do Mundo de Resistência que acontece daqui a 15 dias no Bahrein, altura em que o experiente piloto de Coimbra sagrar-se-á campeão do Mundo de Resistência LMP2. Filipe Albuquerque já é virtual campeão, mas para arrecadar o título precisa de participar na corrida, e com a actual situação pandémica é preciso cautelas e assegurar que essa participação acontece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: