Ferrari quer acabar a seca de títulos na Fórmula 1

A Ferrari revelou o novo SF90 com o qual espera poder acabar o domínio da Mercedes e encerrar a década de espera por um campeonato. Sebastian Vettel e Charles Leclerc vão utilizar o monolugar na temporada que se avizinha da Fórmula 1.

CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

Ferrari SF90

A equipa italiana deu hoje a conhecer o SF90, numa cerimónia que decorreu na sua unidade fabril de Maranello, em Itália, onde o “debutante” Charles Leclerc surgiu ao lado de Sebastian Vettel. Refira-se que Charles Leclerc é um piloto jovem mas um “velho” conhecido da academia da Ferrari e que o ano passado efectuou uma temporada impressionante na estreia na Sauber, agora denominada Alfa Romeo.

 

Ferrari SF90

O novo responsável pela equipa da Ferrari na Fórmula 1, Mattia Binotto, fez questão de lembrar que o trabalho que espera da equipa, ao longo da próxima temporada, «será muito intenso e duro, mas todos estamos focados e motivados para dar início a mais uma época».

O último título da Ferrari foi o de Construtores, em 2008, enquanto o último título de Pilotos foi o de Kimi Raikkonen no ano anterior. No ano passado esteve mais próximo de regressar aos triunfos, mas um conjunto de erros do alemão Sebastian Vettel, ameias com o departamento de estratégia, custou caro à equipa.

 

Aliás, o facto da Ferrari ter desperdiçado a oportunidade de regressar à ribalta dos festejos o ano transacto foi a ponta do iceberg que fez “mergulhar” o responsável na altura, com Maurizio Arrivabene a ser substituído em Janeiro pelo popular chefe técnico Mattia Binotto.

A apresentação do monolugar SF90, que evoca o 90.º aniversário do fabricante italiano pela mão de Enzo Ferrari, há um incentivo adicional nos livros de registro da Fórmula 1 para parar a Mercedes este ano. Se o fabricante alemão vencer outro campeonato, permite desde logo igualar o recorde de seis títulos consecutivos de construtores conquistados pela Ferrari entre 1999 e 2004.

Até por isso, Mattia Binotto está consciente das dificuldades mas acredita pineamente que a Ferrari está pronta para regressar às conquistas mundiais de Fórmula 1.

«Queremos ser campeões em 2019 e temos uma “dream team”, não consigo imaginar ninguém melhor para estar a pilotar os nossos monolugares», sublinhou Mattia Binott, ansioso para começarem os testes de pré-temporada que começam segunda-feira em Barcelona.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação