Félix da Costa em 6.º no triunfo de Nyck de Vries

António Félix da Costa foi sexto no segundo dia de Fórmula E, em Berlim. O piloto de Cascais, que partiu do quinto lugar da grelha, concluiu a corrida a 14,387 segundos do vencedor, o neerlandês da Mercedes.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Nyck de Vries festeja o triunfo com a Mercedes

O neerlandês Nyck de Vries (Mercedes) alcançou a primeira vitória do ano, graças a um excelente arranque, no qual surpreendeu o suíço Edoardo Mortara (Venturi), que largou da “pole” e teve a preocupação de “tapar” o neerlandês Robin Frijns (Mercedes), que arrancou ao seu lado, mas abriu o “buraco” por onde se “infiltrou” o piloto da Mercedes, que, a partir daí, controlou a corrida até ao final.

O suíço, “vencedor” do fim-de-semana, ao averbar duas “poles”, uma vitória, no sábado, e um segundo lugar, hoje, domingo, o que lhe permitiu ascender ao segundo lugar do campeonato, a 12 pontos do belga Stoffel Vandoorne (Mercedes), que, tal como ontem, ocupou o derradeiro lugar do pódio, depois de mais uma recuperação.

António Félix da Costa ao volante de um DS Techeetah

O belga mesmo não ganhando vai somando pódios e pontos e pode estar a caminho, com essa regularidade, de conquistar o título, que é muito desejado pela marca que, para o ano, passará a designar-se McLaren.

O português António Félix da Costa (DS) esteve sempre no grupo da frente, chegou a ocupar o segundo lugar mas desceu até ao sexto posto, posição para a qual caiu, na derradeira volta, depois de um ligeiro “toque” do neerlandês Robin Frijns (Envision), para em termos de campeonato manter a 10.ª posição.

A próxima ronda será em Jacarta, na Indonésia, em 4 de Junho.

CLASSIFICAÇÕES

CORRIDA – 1.º Nyck De Vries (Mercedes), 40 voltas (94,200 km), em 46,12,268”; 2.º Edoardo Mortara (Venturi), a 2,454”; 3.º Stoffel Vandoorne (Mercedes), a 6,936”; 4.º Lucas Di Grassi (Venturi), a 8,165”; 5.º Robin Frijns (Envision), a 13,829”; 6.º António Félix da Costa (DS), a 14.387”; 7.º Oliver Rowland (Mahindra), a 15,518”; 8.º André Lotterer (Porsche), a 15,845”; 9.º Jean-Eric Vergne (DS), a 18,831”; 10.º Mitch Evans (Jaguar), a 21,722”. Classificaram-se mais 12 pilotos.

CAMPEONATOS

PILOTOS – 1.º Stoffel Vandoorne, 111 pontos; 2.º Edoardo Mortara, 99; 3.º Jean-Eric Vergne, 95; 4.º Mitch Evans, 83; 5.º Robin Frijns, 81; 6.º Nyck De Vries, 65; 7.º André Lotterer, 59; 8.º Pascal Werhlein, 51; 9.º Lucas Di Grassi, 49; 10.º António Félix da Costa, 42; 11.º Jake Dennis, 28; 12.º Sam Bird, 28; 13.º Nick Cassidy, 16; 14.º Oliver Rowland, 10; 15.º Sébastien Buemi, 10; 16.º Oliver Turvey, 6; 17.º Oliver Askew, 2; 18.º Max Gunther, 2; 19.º Alexander Sims, 2; 20.º Dan Ticktum, 1.

EQUIPAS – 1.º Mercedes-EQ Formula E Team, 176 pontos; 2.º Rokit Venturi Racing, 148; 3.º DS Techeetah, 137; 4.º Jaguar TCS Racing, 111; 5.º TAG Heuer Porsche Formula E Team, 110; 6.º Envision Racing, 97; 7.º Avalanche Andretti Formula E, 30; 8.º Mahindra Racing, 12; 9.º Nissan E Dams, 12; 10.º Nio 333 FE Team, 7.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.