Félix da Costa com a “pole” em Marraquexe

Piloto português esteve imparável esta manhã, no traçado marroquino, e garantiu a posição mais desejada para o arranque da prova de Fórmula E, batendo Edoardo Mortara já na parte final da sessão de qualificação.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

António Félix da Costa comemora a conquista da “pole position” em Marraquexe

António Félix da Costa (DS) garantiu a “pole position”, primeira do ano e sétima da carreira, para a corrida de Marraquexe, impondo-se ao suíço Edoardo Mortara (Venturi) na final, depois de um segundo treino livre e de uma qualificação dominados pelos pilotos da DS.

No segundo treino livre, realizado esta manhã, os DS ocuparam as duas primeiras posições, com o francês Jean-Eric Vergne a bater António Félix da Costa por 0,129”, com o neo-zelandês Mitch Evans (Jaguar) a registar o terceiro tempo.

Na qualificação os dois pilotos da DS foram os mais rápidos do seu grupo, com o português a bater o francês, o que deixava antever que, caso eliminassem os seus adversários nas eliminatórias, se defrontariam na meia-final e foi o que sucedeu, com o português a bater o francês, enquanto Edoardo Mortara (Venturi) levava a melhor sobre o alemão Pascal Wehrlein (Porsche).

Ao garantir a presença na final, António Félix da Costa impediu Jean-Eric Vergne, que está na luta pelo título, de lutar pelos três pontos da “pole”, que podiam ir para o suíço, que é um dos adversários do francês na luta pelo título.

Só que na final, o português bateu o piloto da Venturi e a DS ficou nas melhores posições para a partida, com um carro na primeira posição da grelhe e outro na terceira, com Jean-Eric Vergne a poder, nos primeiros metros, superar Edoardo Mortara, por partir do lado limpo da pista, que neste caso pode proporcionar significativa diferença, e permitir à DS gerir a corrida de acordo com os seus interesses.

Com Jean-Eric Vergne na luta pelo título e afastado dessa discussão, António Félix da Costa terá a sua corrida condicionada pelos interesses da equipa, mas, pelo menos, a presença no pódio parece possível.

Grelha de partida 1.ª linha: António Félix da Costa (DS), 1’17,070”; Edoardo Mortara (Venturi), 1’17,151”; 2.ª linha: Jean-Eric Vergne, (DS), 1’17,115”; Pascal Wehrlein (Porsche), 1’17,305”; 3.ª linha: Jack Dennis (Andretti), 1’17,348”; Mitch Evans (Jaguar), 1’17,476”; 4.ª linha: Oliver Askey (Mahindra), 1’17,575”; Nick Cassidy (Penske), 1’17,578”; 5.ª linha: Nyck De Vries (Mercedes), 1’18,393”; Lucas Di Grassi (Venturi), 1’18,564”. Alinham mais 12 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.