Félix da Costa campeão de Fórmula E

Dia histórico para o desporto automóvel em Portugal. O piloto de Cascais sagrou-se campeão mundial de Fórmula E, depois de somar o 2.º lugar na prova deste domingo. É a primeira vez que um português vence o mundial da modalidade.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

O segundo lugar na quarta corrida, no traçado do Aeroporto de Tempelhof, depois de ter largado de idêntica posição, garantiu a António Félix da Costa (DS) a conquista, antecipada, por ainda faltarem duas corridas, do título mundial de Fórmula E, sucedendo ao francês Jean-Eric Vergne (DS), vencedor da corrida.

Os dois DS, que ocupavam a primeira linha da grelha, não foram surpreendidos no arranque, com o francês, que largou da “pole”, à frente do português, mas a corrida seria de imediato neutralizada pelo “Safety Car” em consequência de um “toque” de Max Gunther (BMW) num adversário que deixou destroços na pista, que teve de ser limpa.

Quando a corrida recomeçou o duo franco-português manteve as posições e à 12.ª volta, António Félix da Costa ascendeu ao comando posição que manteve, com as costas protegidas por Jean-Eric Vergne que, a oito voltas do fim, regressou à primeira posição para alcançar a primeira vitória do ano e entregar o ceptro ao seu colega de equipa.

O suíço Sébastien Buemi (Nissan) completou o pódio, depois de nas derradeiras voltas ter levado a melhor sobre o inglês Oliver Rowland (Nissan) e o holandês Nyck De Vries (Mercedes), trio que lutou pelo derradeiro lugar do pódio e que nunca esteve em posição de pôr em causa o 1-2 da DS

Classificações

CORRIDA – 1.º, Jean-Eric Vergne (DS), 37 voltas, em 46’24,803; 2.º, António Felix da Costa, (DS), a 0,497”; 3.º, Sébastien Buemi (Nissan), a 1,392”; 4.º, Nyck De Vries (Mercedes), a 3,791”; 5.º, Oliver Rowland (Nissan), a 5,018”; 6.º, Lucas Di Grassi (Audi), a 9,805”; 7.º, Mitch Evans (Jaguar), a 14,814”; 8.º, André Lotterer (Porsche), a 15,755”; 9.º, Alex Lynn (Mahindra), a 21,001”; 10.º, Felipe Massa (Venturi), a 22,809”. Classificaram-se mais 12 pilotos

CAMPEONATOS

PILOTOS – 1.º, António Félix da Costa, 156 pontos; 2.º, Jean-Eric Vergne, 80; 3.º, Max Guenther, 69; 4.º, Lucas Di Grassi, 69; 5.º, Sébastien Buemi, 67; 6.º, Mitch Evans, 65; 7.º, André Lotterer, 59; 8.º, Stoffel Vandoorne, 57; 9.º, Oliver Rowland, 54; 10.º, Sam Bird, 52; 11.º, Alexander Sims, 49; 12.º, Nyck De Vires, 42; 13.º, Robin Frijns, 40; 14.º, Edoardo Mortara, 36; 15.º, Jérôme D’Ambrosio, 19; 16.º, Pascal Werhlein, 14; 17.º, James Calado, 10; 18.º, Daniel Abt, 8; 19.º, Felipe Massa, 3; 20.º, Alex Lynn, 2; 21.º, Brendon Hartley, 2; 22.º, René Rast, 1.

EQUIPAS – 1.º, DS Techeetah, 236 pontos; 2.º, Nissan E-DAMS, 121; 3.º, BMW i Andretti Motorsport, 118; 4.º, Mercedes-Benz EQ Formula ETeam, 99; 5.º, Envision Virgin Racing, 92; 6.º, Audi Sport Abt Schaeffler, 78; 7.º, Panasonic Jaguar Racing, 75; 8.º, TAG Heuer Porsche Formula E Team, 59; 9.º, Rokit Venturi Racing, 39; 10.º, Mahindra Racing, 35; 11.º, Geox Dragon, 2.

Os campeões

Criada em 2014, esta foi a sexta temporada da Fórmula E, e António Félix da Costa é o quinto campeão, porque o seu colega de equipa, Jean-Eric Vergne é o único que soma dois títulos, por sinal, os que antecederam o ceptro do português

ANO PILOTO EQUIPA
2014/2015 Nelson Piquet jr. Renault E-DAMS
2015/2016 Sébastien Bueni Renault E-DAMS
2016/2017 Lucas Di Grassi Renault E-DAMS
2017/2018 Jean-Eric Vergne Audi Sport Abt Schaeffler
2018/2019 Jean-Eric Vergne Techeetah Formule E Team
2019/2020 António Félix da Costa DS Techeetah

PRÓXIMA CORRIDA – Berlim, no Aeroporto de Tempelhof, dia 12 de Agosto

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: