Favoritismo madeirense no Rali Vinho Madeira

Dúvidas desfeitas e o Rali Vinho Madeira vai sair para a estrada, com todos os espectadores de máscara, decisão tomada pelas entidades responsáveis, depois de, no Rali da Calheta, ter havido excessos, condenáveis, por parte do público que desrespeitou as regras estabelecidas.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com) – Fotos: AIFA E PORTAL MAIS RALIS

Com 60 equipas inscritas, 19 delas com carros da categoria RC2, a mais competitiva a nível nacional, é de esperar um intenso duelo pelas primeiras posições, com os pilotos continentais a assumirem a vantagem dos pilotos madeirenses, profundos conhecedores das estradas a percorrer, quando dizem que o objectivo é ser o primeiro dos continentais, por causa dos pontos para o campeonato.

À partida tudo aponta para que a luta pela vitória, tal como sucedeu na Calheta, na prova inaugural da temporada madeirense, entre Miguel Nunes (Skoda Fabia R2 Evo), Pedro Paixão (Skoda Fabia R5/Racing 4 You), os dois primeiros da prova de abertura, Alexandre Camacho (Citroen C3 R5), que abandonou na Calheta e que precisa de pontos para pensar na revalidação do título, e João Silva (Skoda Fabia R2 Evo), ainda que penalizado pelo facto de estar parado desde o Rali Vinho Madeira do ano passado.

A juntar aos “três mosqueteiros” madeirenses e a discutir as primeiras posições estarão os continentais Ricardo Teodósio (Skoda Fabia R5 Evo/Team Vito Skoda), Armindo Araújo (Skoda Fabia R2 Evo/Team Armindo Araújo-The Racing Factory), Bruno Magalhães (Hyundai i20 R5/Team Hyundai Portugal), José Pedro Fontes (Citroen C3 R5/Citroen Vodafone Team) e Pedro Meireles (VW Polo GTi R5/Racing 4 You) que vão procurar tirar partido do facto de terem estado presentes no Rali de Calheta, onde alinharam como teste para o “Vinho Madeira”.

De assinalar a presença do espanhol Jose Maria Lopez (Citroen C3 R5/Sports & You) e do campeão açoriano Luís Miguel Rego (Skoda Fabia R5 Evo/Team Além Mar) que completam o lote dos candidatos às 10 primeiras posições.

Entre os carros de duas rodas motrizes favoritismo de Pedro Almeida (Peugeot 208 Rally4), vencedor em Castelo Branco e que na derradeira especial perdeu o triunfo no Rali Roma Di Capitale, pontuável para o Campeonato da Europa, que chega à Pérola do Atlântico com um ritmo que nenhum dos seus mais directos competidores deve poder acompanhar, podendo mesmo aproveitar os problemas dos mais rápidos para terminar no “top ten”, à frente de carros bem mais competitivos.

Curiosidade ao redor daquilo que Rui Pinto (Ford Escort RS WRC) poderá fazer, uma vez que dispõe de um carro competitivo e que lhe pode permitir lutar por um lugar nos 10 primeiros.

A estrada

A situação que se vive obrigou o Club Sports Madeira, organizador da prova, a alterar o projecto inicial, reduzindo o número de classificativas a 16, oito em cada dia, que mais não são do que duas passagens pelas mesmas especiais e a anular a Super Especial da Avenida do Mar, que abria as hostilidades e reunia milhares de espectadores, e a sessão de autógrafos, que tinha por palco o Casino do Funchal.

Para compensar a cerimónia de apresentação das equipas decorrerá ao início da noite de quinta-feira, a partir das 21h30, e deverá reunir milhares de espectadores, todos de máscara, em consequência da decisão do Governo Regional que, depois de alguns excessos detectados no Rali da Calheta, optou por prevenir e tornar obrigatório o seu uso, mesmo ao ar livre.

 

 

A prova arranca sexta-feira de manhã (9h00), e abre com uma dupla passagem pelas provas de classificação do Campo de Golf (10,49 km – 10h11 e 15h31), Palheiro Ferreiro (8,11 km – 10h54 e 16h14), Boaventura (10,75 km – 12h17 e 17h37) e Campo de Santana (10,84 km – 12h50 e 18h10), havendo uma visita ao Parque de Assistência, entre as duas voltas.

No sábado, o regresso à estrada acontece mais tarde (9h50) com os concorrentes a passarem duas vezes pelas classificativas de Câmara de Lobos (10,32 km – 10h41 e 14h55), Ponta do Sol (8,00 km – 11h26 e 15h40), Ponta do Pargo (10,45 km – 12h09 e 16h23) e Rosário (11,37 km – 13h04 e 17h18), com a segunda passagem por esta última a funcionar como “Power Stage”.

Ao todo serão 159,30 km contra o relógio, com as especiais do primeiro dia a totalizarem 80,38 km e as do segundo 78,92 km, depois da Ponta do Pargo ter sido encurtada de 10,45 km para 9,77 km.

CLASSIFICAÇÕES DOS CAMPEONATOS DE PORTUGAL E DA MADEIRA

PORTUGAL

Pilotos – 1.º, Armindo Araújo, 69,32 pontos; 2.º, Bruno Magalhães, 51,52; 3.º, Ricardo Teodósio, 39,78; 4.º, José Pedro Fontes, 25,71; 5.º, Miguel Correia, 24; 6.º, Manuel Castro, 20; 7.º, Pedro Meireles, 16; 8.º, João Barros, 13; 9.º, António Dias, 9; 10.º, Adruzilo Lopes, 7. Estão classificados mais seis pilotos

Navegadores – 1.º, Luís Ramalho, 69,32 pontos; 2.º, Carlos Magalhães, 51,52; 3.º, José Teixeira, 39,78; 4.º, Inês Ponte, 23,71; 5.º, Pedro Alves, 20; 6.º, Ricardo Cunha, 20; 7.º, Mário Castro, 16; 8.º, Jorge Henriques, 13; 9.º, António Costa, 11; 10.º, Alexandre Ramos, 10. Estão classificados mais quatro navegadores

Marcas – 1.º, Skoda, 98 pontos; 2.º, Hyundai, 44; 3.º, Citroen, 42

Equipas – 1.º, Sports & You, 69 pontos; 2.º, ARC Sport, 64; 3.º, The Racing Factory, 60; 4.º, Racing4You, 38; 5.º, Domingos Sport, 19; 6.º, Inside Motor, 12; 7.º, Prolama, 5

MADEIRA

Pilotos – 1.º, Miguel Nunes, 29 pontos; 2.º, Pedro Paixão, 21; 3.º, Rui Pinto, 17; 4.º, Filipe Freitas, 14; 5.º, Gil Freitas, 12; 6.º, Filipe Pires, 10; 7.º, Rui Jorge Fernandes, 8; 8.º, António Dias, 6; 9.º, Vítor Sá, 4; 10.º, André Silva, 2. Estão classificados mais 14 pilotos

Navegadores – 1.º, João Paulo, 29 pontos; 2.º, Luís Rodrigues, 21; 3.º, Ricardo Ventura, 17; 4.º, Duarte Miranda, 14; 5.º, Vasco Mendonça, 12; 6.º, João Freitas, 10; 7.º, Luís Boiça, 8; 8.º, Rubina Gonçalves, 6; 9.º, Jorge Gonçalves, 4; 10.º, Vítor Henriques, 2. Estão classificados mais 12 navegadores.

VENCEDORES DOS RALIS

DO CLUBE SPORTS MADEIRA

Criado em 1959, como Volta à Madeira, prova que entrou para o calendário do Campeonato de Portugal em 1967, a mais importante prova madeirense estreou-se no Campeonato da Europa, em 1979, onde se manteve até 2012, tendo a partir de 1982 adoptado a actual designação.

Cumpridas que estão 60 edições da prova, 37 pilotos subiram ao lugar mais alto do pódio, com os italianos Andrea Aghini e Giandomenico Basso e os portugueses Bruno Magalhães e Américo Nunes a fazerem-no por quarto vezes, feito que pode ser igualado por Alexandre Camacho, vencedor das três últimas edições da prova.

No que diz respeito aos navegadores houve 48 vencedores, com Pedro Calado, companheiro de equipa de Alexandre Camacho, nos últimos três anos a poder desempatar a igualdade em número de triunfos (3) que tem com o italiano Mitia Dotta.

Em relação às marcas a Peugeot, com 11 vitórias, é aquela que arrecada mais triunfos, no lote das 17 que já viram os seus carros vencer a prova madeirense.

ANO DESIGNAÇÃO EQUIPA CARRO
1959 Volta à Madeira José Lampreia MGA
1960 Volta à Madeira Horácio Macedo/Luís Paiva Raposo Mercedes 300 SL
1961 Volta à Madeira António Peixinho Alfa Romeo Ti
1962 Volta à Madeira Horácio Macedo/Mauricio Macedo Ferrari
1963 Volta à Madeira Horácio Macedo/Miguel Klut Ferrari
1964 Volta á Madeira Basílio dos Santos/”Jocames” Porsche SC
1965 Volta à Madeira Zeca Cunha/Aécio Silva Triumph TR4
1966 Volta à Madeira Sarmento Rebelo/Carlos Miranda NSU Prinz 1000

CAMPEONATO NACIONAL

1967 Volta à Madeira Jean-Pierre Nicolas/Claude Roure Renault 8 Gordini
1968 Volta à Madeira Américo Nunes/Evaristo Saraiva Porsche 911 S
1969 Volta à Madeira Américo Nunes/Fernando Fonseca Porsche 911 S
1970 Volta à Madeira Américo Nunes/Fernando Fonseca Porsche 911 S
1971 Volta à Madeira Giovanni Salvi/José Arnaud Porsche 911 S
1972 Volta à Madeira Luís Netto/”Jocames” Fiat 125
1973 Volta à Madeira Gomes Pereira/António Pereira Opel 1904 SR
1975 Volta à Madeira “Janica” Clemente/Miguel de Sousa Ford Escort RS
1976 Volta à Madeira Giovanni Salvi/Pedro de Almeida Ford Escort RS 2000
1977 Volta à Madeira Américo Nunes/João Batista Porsche 911 S
1978 Volta à Madeira Ari Vatanen/Henry Lindon Ford Escort RS

CAMPEONATO DA EUROPA (COEFICIENTE 1)

1979 Volta à Madeira “Tony” Fassina/Mauro Mannini Lancia Stratos

CAMPEONATO DA EUROPA (COEFICIENTE 2)

1980 Volta à Madeira Adartico Vudafieri/Fabio Penariol Fiat 131 Abarth

CAMPEONATO DA EUROPA (COEFICIENTE 3)

1981 Volta à Madeira Aly Kridel/Paul Dunkel Ford Escort RS
1982 Vinho Madeira “Tony” Fassina/”Rudy” Opel Ascona 400

CAMPEONATO DA EUROPA (COEFICIENTE 4)

1983 Vinho Madeira Massimo Biasion/Tiziano Siviero Lancia Rallye
1984 Vinho Madeira Henri Toivonen/Juha Piironen Porsche 911 SC RS
1985 Vinho Madeira Salvador Serviá/Jordi Sabater Lancia Rallye
1986 Vinho Madeira Fabrizio Tabaton/Luciano Tedeschini Lancia Delta S4
1987 Vinho Madeira Dario Cerrato/Giuseppe Cerri Lancia Delta HF 4WD

CAMPEONATO DA EUROPA (COEFICIENTE 20)

1988 Vinho Madeira Patrick Snijers/Dave Colebounders BMW M3
1989 Vinho Madeira Yves Loubet/Jean-Marc Andrié Lancia Delta Integrale
1990 Vinho Madeira Fabrizio Tabaton/Maurizio Imerito Lancia Delta Integrale 16V
1991 Vinho Madeira Fabrizio Tabaton/Maurizio Imerito Lancia Delta Integrale 16V
1992 Vinho Madeira Andrea Aghini/Sauro Farnocchia Lancia Delta HF Integrale
1993 Vinho Madeira Patrick Snijers/Dave Colebunders Ford Escort Cosworth
1994 Vinho Madeira Andrea Aghini/Sauro Farnocchia Toyota Celica Turbo 4WD
1995 Vinho Madeira Piero Liatti/Alessandro Alessandrini Subaru Impreza
1996 Vinho Madeira Fernando Peres/Ricardo Caldeira Ford Escort Cosworth
1997 Vinho Madeira Piero Liatti/Fabrizia Pons Subaru Impreza
1998 Vinho Madeira Andrea Aghini/Loris Roggia Toyota Corolla WRC
1999 Vinho Madeira Bruno Thiry/Stephane Prevot Subaru Impreza WRC
2000 Vinho Madeira Piero Liatti/Carlo Cassina Subaru Impreza WRC
2001 Vinho Madeira Adruzilo Lopes/Luís Lisboa Peugeot 206 WRC
2002 Vinho Madeira Andrea Aghini/Loris Roggia Peugeot 206 WRC
2003 Vinho Madeira Miguel Campos/Carlos Magalhães Peugeot 206 WRC
2004 Vinho Madeira Vítor Sá/Ornelas Camacho Peugeot 306 Maxi Kit Car
2005 Vinho Madeira Renato Travaglia/Flavio Zaneta Renault Clio S1600
2006 Vinho Madeira Giandomenico Basso/Mitia Dotta Fiat Punto S2000
2007 Vinho Madeira Giandomenico Basso/Mitia Dotta Fiat Punto S2000
2008 Vinho Madeira Nicolas Vouilloz/Nicolas Klinger Peugeot 207 S2000
2009 Vinho Madeira Giandomenico Basso/Mitia Dotta Fiat Punto S2000
2010 Vinho Madeira Freddy Loix/Frederic Miclotte Skoda Fabia S2000
2011 Vinho Madeira Bruno Magalhães/Paulo Grave Peugeot 207 S2000
2012 Vinho Madeira Bruno Magalhães/Nuno R. Silva Peugeot  207 S2000

CAMPEONATO NACIONAL

2013 Vinho Madeira Giandomenico Basso/Lorenzo Granai Peugeot 207 S2000
2014 Vinho Madeira Bruno Magalhães/Carlos Magalhães Peugeot 208 T16
2015 Vinho Madeira Bruno Magalhães/Hugo Magalhães Peugeot 208 T16 R5
2016 Vinho Madeira José Pedro Fontes/Inês Ponte Citroen DS3 R5
2017 Vinho Madeira Alexandre Camacho/Pedro Calado Peugeot 208 T16 R5
2018 Vinho Madeira Alexandre Camacho/Pedro Calado Skoda Fabia R5
2019 Vinho Madeira Alexandre Camacho/Pedro Calado Skoda Fabia R5

VITÓRIAS POR PILOTOS

4 – Andrea Aghini, Giandomenico Basso, Bruno Magalhães, Américo Nunes

3 – Alexandre Camacho, Piero Liatti, Horácio Macedo, Fabrizio Tabaton

2 – Giovanni Salvi, Patrick Snijers, “Tony”

1 – Massimo Biasion, Basilio dos Santos, Miguel Campos, “Janica” Clemente, Dário Cerrato, “Zeca” Cunha, José Pedro Fontes, Gomes Pereira, Aly Krydel, José Lampreia, Adruzilo Lopes, Freddy Loix, Yves Loubet, Luís Netto, Jean Pierre Nicolas, António Pieixnho, Fernando Peres, Vítor Sá, Sarmento Rebelo, Salvador Servia, Bruno Thiry, Henri Toivonen, Renato Travaglia, Ari Vatanen, Nicolas Vouilloz, Adartico Vudafieri

VITÓRIAS POR NAVEGADORES

3 – Pedro Calado, Mitia Dotta

2 – Dany Colebunders, Sauro Farnocchia, Fernando Fonseca, Imérito, “Jocames”, Carlos Magalhães, Loris Roggia

1 – Alessandro Alessandrini, Pedro Almeida, Jean-Marc Andrie, José Arnaud, João Baptista, Ricardo Caldeira, Carlos Cassina, Giuseppe Cerri, Paul Dunkel, Lorenzo Granai, Paulo Grave, Nicolas Klinger, Miguel Klut, Henry Liddon, Luís Lisboa, Maurício Macedo, Hugo Magalhães, Mauro Mannini, Frederic Miclotte, Carlos Miranda, Ornelas Camacho, Luís Paiva Raposo, Fábio Penariol, António Pereira, Juha Piironen, Fabrizia Pons, Inês Ponte, Stephane Prevot, Nuno Rodrigues da Silva, Claude Roure, “Rudy”, Jordi Sabater, Evaristo Saraiva, Aécio Silva, Tiziano Siviero, Miguel Sousa, Luciano Tedeschini, Flavio Zaneta

VITÓRIAS POR MARCAS

11 – Peugeot (207 S2000, 4; 206 WRC, 3; 208 T16 R5, 2 ; 306 Maxi Kit Car, 1; 208 T16, 1)

9 – Lancia (Delta Integrale 16V, 2; Rallye, 2; Lancia Stratos, 1; Delta S4, 1; Delta HF 4WD, 1; Delta Integrale, 1; Delta HF Integrale, 1)

7 – Porsche (911 S, 5; SC, 1; 911 SC RS, 1)

6 – Ford (Escort RS, 3; Escort Cosworth, 2; Escort RS 2000, 1)

5 – Fiat (Punto S2000, 3; 125, 1; 131 Abarth, 1)

4 – Subaru (Impreza WRC, 2; Impreza, 2)

3 – Skoda (Fabia S2000, 1; Fabia R5, 2)

2 – Ferrari; Opel (1904 SR, 1; Ascona 400, 1) Renault (8 Gordini, 1; Clio S1600, 1); Toyota (Celica Turbo 4WD, 1; Corolla WRC, 1)

1 – Alfa Romeo (T1, 1); BMW (M3, 1); Citroen (DS3 R5, 1); Mercedes (300 SL, 1); MG (A, 1); NSU (Prinz 1000, 1); Triumph (TR4, 1).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: