Fafe é a cereja no topo do melhor rali de Loeb

Sébastien Loeb foi desafiado pelo WRC a descrever aquele que seria para si o rali perfeito e o gaulês não teve grandes dúvidas, apontando Fafe como a cereja no topo de um bolo que dá a volta ao mundo.

(auto.look2010@gmail.com)

Caso Sébastien Loeb levasse a sua avante e criasse o seu rali ideal, o Parque de Assistência seria em França, em Estrasburgo. A Super Especial também seria no seu país natal, em Haguenau. Já a sexta-feira, disputada em terra, seria composta por uma dupla passagem com início em El Condor, na Argentina, seguindo-se Ouninpohja, na Finlândia, e o final em Whaanga Coast, na Nova Zelândia.

O sábado, em asfalto, implicaria ligações mais curtas e todas elas em solo europeu, com início no Sisteron-Thoard, no Mónaco, seguido do Grand Ballon, em França, e com um saltinho até Pont de Calzola/Agosta, na Córsega, para fechar o percurso.

O fim do rali seria em Portugal, com o Power Stage no incontornável troço de Fafe/Lameirinha, o mesmo que dentro de pouco mais de dois meses vai receber as estrelas do Campeonato do Mundo de Ralis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *