Fábio Quartararo assegura sexta “pole”

Piloto francês da Yamaha garantiu hoje o primeiro lugar da grelha de partida para o Grande Prémio da Comunidade Valenciana de MotoGP, última prova do Mundial de motociclismo de velocidade, que se realiza este domingo.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Com uma “volta canhão” para responder ao ataque do espanhol Marc Marquez (Honda), que o tinha desalojado do topo da tabela de tempos, o francês Fabio Quartararo (Yamaha) averbou a sexta “pole position” da temporada, sendo o único a chegar ao segundo “29”.

Já com o título na mão, Marc Marquez tudo fez para superar o melhor “rookie” da temporada, mas teve de contentar-se com a segunda posição a escassos 0,032” do piloto da Yahama, com o australiano Jack Miller (Ducati) a fechar a primeira linha da grelha, ocupada por três motos de marcas diferentes. Na partida para a derradeira corrida da sua carreira, o espanhol Jorge Lorenzo (Honda) vai sair de um discreto 16.º lugar.

O dia ficou marcado pela queda do italiano Francesco Bagnaia (Ducati) na terceira sessão de treinos livres, disputada durante a manhã. O piloto da Ducati sofreu um traumatismo craniano e uma fractura no pulso esquerdo, depois de ter sido projectado por cima do guiador da sua moto, quando abandonava as boxes para entrar em pista. A lesão impediu Francesco Bagnaia de participar na qualificação e a sua presença na corrida de domingo continua em dúvida.

Ausente desta última jornada do Mundial de MotoGP está também o jovem piloto português Miguel Oliveira que foi operado há duas semanas ao ombro direito.

Em Moto2, a primeira linha é ocupada por três motos de marcas diferentes e nenhum delas é a Kalex, que tem dominado a categoria. Os espanhóis Jorge Navarro (Speed Up) e Jorge Martin (KTM) e o italiano Stefano Manzi (MV Agusta) ocupam a primeira linha da grelha, com o italiano Luca Marini (Kalex), em quarto, a ser o melhor dos pilotos da marca que tem dominado e que está a ter dificuldades em manter essa superioridade no traçado valenciano.

Resta ver se amanhã, na corrida, a Kalex consegue inverter a situação, sendo de assinalar que os primeiros 24 pilotos, dos 32 que vão alinhar à partida, cabem num segundo.

Na sua 100.ª participação no “Mundial” de Moto3, o italiano Andrea Migno (KTM) assegurou a “pole position” para a corrida de amanhã, repetindo a situação vivida no Japão, em 2016. quando foi promovido ao primeiro lugar da grelha de partida, em consequência de uma penalização de Hiroki Ono.

O espanhol Marcos Ramirez (Honda), que tinha sido o mais rápido na terceira sessão de treinos livres, assegurou o segundo lugar à frente do seu compatriota Jaume Masia (KTM), companheiro de equipa de Andrea Migno na Mugen Race.

GRELHAS DE PARTIDA

MOTOGP1.ª linha: Fabio Quartararo (Yamaha), 1’29,978”; Marc Marquez (Honda), 1’30,010”; Jack Miller (Ducati), 1’30,086”; 2.ª linha: Maverick Viñales (Yamaha), 1’30,178”; Franco Morbidelli (Yamaha), 1’30,449”; Andrea Dovizioso (Ducati), 1’30,511”; 3.ª linha: Joan Mir (Suzuki), 1’30,573”; Alex Rins (Suzuki), 1’30,595”; Cal Crutchlow (Honda), 1’30,726”.Alinham mais 13 pilotos.

MOTO21.ª linha; Jorge Navarro (Speed Up), 1’34,461”; Jorge Martin (KTM), 1’34,478”; Stefano Manzi (MVAgusta), 1’34,573”; 2.ª linha: Luca Marini (Kalex), 1’34,646; Thomas Lutihi (Kalex), 1’34,674”; Fabio Di Giannantonio (Speed Up), 1’34,704”; 3.ª linha: Brad Binder (KTM), 1’34,727”; Augusto Fernandez (Kalex), 1’34,863”; Enea Bastianini (Kalex), 1’34,866”.. Alinham mais 23 pilotos

MOTO31ª linha: Andrea Migno (KTM), 1’38,683”; Marcos Ramirez (Honda), 1’38,957”; Jaume Masia (KTM), 1’39,107”; 2.ª linha: Aron Canet (KTM), 1’39,140; Sérgio Garcia (Honda), 1’39,141”; Filip Salac (KTM), 1’39,156”; 3.ª linha: Lorenzo Dalla Porta (Honda), 1’39,280; Tatsuki Suzuki (Honda), 1’39,284”; Darrn Binder (KTM), 1’39,341”. Alinham mais 22 pilotos.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação