Fabio Kieltyka dominou categoria DD2 Master

Piloto belga vence em Braga e fica próximo do título no Rotax Max Challenge Portugal.

(auto.look2010@gmail.com)

Estreante absoluto das competições de Karting em Portugal, Fabio Kieltyka continua a mostrar a sua classe no Rotax Max Challenge Portugal. O piloto belga descobriu o histórico Kartódromo Internacional de Braga, vencendo as duas corridas na categoria DD2 Master e ficando muito próximo do pódio à geral. Um resultado que Fabio Kieltyka fez questão de dedicar aos seus companheiros de equipa, Charles e Aya Delbrassine.

Campeão belga de Karting na categoria ICA e vencedor do troféu Renault Clio Cup Júnior na Bélgica, Fabio Kieltyka é uma das grandes novidades do Karting português em 2021. Depois de uma carreira de sucesso no seu país, o piloto de Liège estreou-se em grande no Rotax Max Challenge Portugal, numa época de descobertas que o levou a descobrir a categoria DD2 e diferentes pistas onde nunca tinha corrida.

Depois de Portimão, Viana do Castelo e Baltar, foi a vez do histórico Kartódromo Internacional de Braga, no norte de Portugal, uma pista que já recebeu Campeonatos do Mundo e da Europa CIK-FIA, palco da quarta prova do Troféu Rotax.

Mais uma vez, Fabio Kieltyka teve de aprender a pista nas sessões de treinos livres, mas mostrou-se imediatamente competitivo nos treinos cronometrados, na manhã de domingo, onde conseguiu a pole-position na categoria DD2 Master e a 5.ª melhor volta em termos absolutos (53,573s).

Na Final 1, dominou a categoria DD2 Master e terminou dentro do top-5 da geral, melhorando ainda mais a sua performance na Final 2, que voltou a vencer na DD2 Master e terminou no 4.º lugar da geral. Resultados que deixam Fabio Kieltyka muito próximo do título na categoria DD2 Master, que vai ser decidido na pista do Bombarral, sede da equipa onde compete, a EKO/Birel ART Portugal.

«Adorei esta pista “old school”, muito rápida e técnica, com chicanes diferentes e muito desafiantes», afirmou Fabio Kieltyka sobre a estreia em Braga, acrescentando que está «a evoluir a cada corrida, tanto nos arranques como nos tempos por volta e na minha consistência».

«O meu objectivo é estar mais próximo dos jovens pilotos que têm ganho as corridas à geral. Na Final 2 tive um bom andamento e consegui colocar pressão sobre o José Barros durante toda a corrida na luta pelo 3.º lugar da geral. Os jovens pilotos deste troféu são muito bons e muito rápidos e isso obriga-me a progredir cada vez mais e a testar os meus limites, algo que adoro! Na última prova, no Bombarral, vou tentar ser campeão da Master e tentar ainda ficar no top 3 absoluto do campeonato. Quero dedicar estas vitórias e estes resultados aos meus companheiros de equipa, Aya e Charles (Delbrassine), que não estiveram nesta prova. Espero que possam voltar na prova do Bombarral, porque sem eles não é a mesma coisa», referiu o piloto belga.

A quinta e última prova do Rotax Max Challenge Portugal será disputada nos dias 4 e 5 de Setembro, no Kartódromo Internacional da Região Oeste, no Bombarral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *