European Le Mans Series decide-se em Portimão

Piloto de Coimbra, Filipe Albuquerque, é o “ponta-de-lança” que alinha na final da temporada da European Le Mans Series, nos dias 25 a 27 em Portugal, com a decisão dos títulos LMP2 e LMP3 a saírem de Portimão. A equipa lusa Algarve Pro Racing também está em pista com as viaturas Oreca 07-Gibso número 25 conduzido pelos francês Olivier Pla e Andrea Pizzitola e o norte-americano John Falb,e Oreca 07-Gibson com o número 31, nas mãos do sueco Henning Enqvist, da sul-coreana Tacksung Kim e do americano James French.

Texto: CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

 Mexilhoeira Grande, no território algarvio a cerca de dezena e meia de quilómetros de Portimão, vai-se engalanar, de 25 a 27 de Outubro, para receber as 39 viaturas da European Le Mans Series (ELMS) distribuídas por três classes: 18 LMP2, 13 LMP3 e 8 LMGTE.

Lista de Inscritos 4 Horas de Portimão Com um perímetro de 4.684 km, com sete curvas à esquerda e nove à direita, ninguém quer “jogar” à defesa e, muito menos, rodar a meio ou na retaguarda no “tabuleiro” de asfalto.

O piloto de Coimbra, Filipe Albuquerque, que integra a equipa United Autosports com o britânico Gibson Philips, tem por missão continuar na peugada da vitória ao volante do Oreca 07–Gibson com o número 22. Apesar de arredados do título na categoria LMP2, Filipe Albuquerque e Gibson Philips ainda têm na mente o recente triunfo alcançado no circuito belga de Spa-Francorchamps, servindo de catalisador para mais uma final regada com o néctar do champanhe com o selo português.

Com a legítima ambição de conduzirem o Oreca 07–Gibson e cruzar a linha de chegada com o melhor registo e fazer a festa com a bandeira de xadrez agitada, os pilotos da equipa United Autosports terão, em Portimão, um conjunto de participantes bastante fortes e com objectivos semelhantes, mas nada os demove de agitar a atenção dos admiradores que farão a viagem ao Alagarve. Aliás, Filipe Albuquerque e Phil Hanson venceram as 4 Horas de Portimão no ano passado na defesa das cores da United Autosports, esperando, por isso, repetir a dose. Significativo.

 

ALGARVE PRO RACING

COM DUAS EQUIPAS EM PORTIMÃO

Refira-se, por outro lado, que a equipa portuguesa Algarve Pro Racing também vai estar em pista com duas viaturas: o Oreca 07-Gibson número 25, conduzido pelos francês Olivier Pla e Andrea Pizzitola (campeã do LMP2) e o norte-americano John Falb, que conquistou o título do LMP3 no ano passado. Já o Oreca 07-Gibso com o número 31 estará nas mãos do sueco Henning Enqvist, da sul-coreana Tacksung Kim e do americano James French.

Para a final da temporada europeia da Série Le Mans, o traçado do Autódromo Internacional do Algarve tem o condão de decidir a atribuição dos títulos LMP2 e LMP3. No primeiro caso, são três as equipas que ainda podem reivindicar, matematicamente, a coroa. Nesta luta a três, os actuais campeões G-Drive Racing (Aurus 01-Gibson com o número 26) dispõe de 93 pontos, mais 13 que os segundos, a equipa IDEC Sport com o Oreca-Gibson com o número 28.

Já a formação Graff, com o Oreca 07-Gibson número 39, tem 68 pontos, a distantes 25 do G-Drive Racing, mas com 26 pontos possíveis em Portimão, a equipe francesa mantém intactas a sua oportunidade. Refira-se que os dois primeiros da classificação geral na categoria LMP2 recebem o “passaporte” para integrar o pelotão nas 24 Horas de Le Mans 2020.

DUELO DE SUSTER A RESPIRAÇÃO NA LMP3

Quanto à LMP3, e num universo de 13 equipas à partida, são duas as viaturas que abordam a derradeira prova da temporada de 2019 para um duelo de suster a respiração, dado que em jogo está o título e o “passaporte para a próxima edição das 24 Horas de Le Mans.

Perante este quadro, o Ligier JS P3-Nissan número 11, da equipa Eurointernational e conduzido pelo alemão Jens Petersen e dinamarquês Mikkel Jensen, esgrime argumentos com o alemão Martin Hippe e o britânico Nigel Morre ao volante do Ligier JS P3 – Nissan, viatura número 13 da equipa Inter Europol Competition.

As duas equipas somam 94 pontos, pelo que a luta vai ser determinante pela vitória. Quem terminar na frente em Portimão ganha o título LMP3 de Pilotos e Equipas e direito a participar nas 24 Horas de Le Mans 2020.

LUZICH RACING À ESPERA DE COMPANHIA PARA AS 24 HORAS DE LE MANS

Por fim, a classes LMGTE. O título foi conquistado no traçado belga de Spa-Francorchamps o mês passado pelo Ferrari número 51 de Alessandro Pier Guidi, Fabien Lavergne e Nicklas Nielsen da equipa Luzich Racing. O triunfo nas 4 horas de Spa-Francorchamps permitiu a esta equipa conquistar a terceira vitória na presente temporada e uma vantagem de 27 pontos.

Contudo, a luta pelo segundo lugar será intensa, com os futuros vice-campeões a juntarem-se à Luzich Racing nas 24 Horas de Le Mans 2020. Nesta luta titânica vão estar o Porsche com o número 77 de Christian Ried, Matteo Cairoli e Riccardo Pera (Dempsey-Proton Racing), que têm 75 ponto, contra os 68 de Manuela Gostner, Rahel Frey e Michelle Gatting, formação 100% feminina do Kessel número 83 da Ferrari Racing. De olho no desaire destas duas equipas vão estar Jeff Segal, Matteo Cressoni e Wei Lu com o Ferrari número 66, que se apresenta em Portimão com 64 pontos.

 

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação