ETCR expande-se com series regionais e nacionais

O futuro do ETCR passa pelo crescimento da categoria, seguindo a estratégia adotada pela categoria TCR e que se tem revelado um sucesso.

(auto.look2010@gmail.com) – Fotos: PURE ETCR/WSC

Paulo Ferreira, Marcello Lotti e Mauricio Slaviero

Depois do lançamento do PURE ETCR, marcando o início das corridas de carros de turismo movidos por energia eléctrica, a WSC (World Sports Consulting) está agora focada em criar séries regionais e nacionais. E o primeiro passo para alcançar esse objectivo será promover o ETCR Europa, dinamizando a cooperação entre a WSC e a TCR Euro Series Ltd que já faz com êxito a gestão da série TCR Europe.

«O automóvel está a mudar e o automobilismo, logicamente, segue as orientações da indústria. Hoje, a tendência é para as energias alternativas e tendo em conta o interesse que o evento de Vallelunga despertou entre as partes interessadas, pretendemos oferecer a todas as equipas de clientes a oportunidade de fazerem parte desta nova realidade do desporto automóvel» disse Paulo Ferreira, CEO da TCR Euro Series.

«O plano é começar no Inverno, entre Novembro de 2022 e Março de 2023. Obviamente, não podemos começar com sete eventos, como o TCR Europe, pelo que a ideia para a época inaugural será ter quatro eventos. Estamos, também, a considerar a ideia de partilhar os custos com a última ronda do TCR Europe de 2022 e ainda a temporada de 2023. Um dos pontos cruciais é o custo do carro que será revelado no final de setembro. No entanto, depois de falar com Marcello Lotti, já sei que será surpreendentemente acessível», acrescentou o CEO da TCR Euro Series.

Paulo Ferreira e Marcello Lotti

Por seu turno, o presidente do WSC, Marcello Lotti, comentou a estrutura «está muito satisfeita, porque o Paulo é um membro de longa data da família TCR». «É também importante salientar que, além disso, já estamos a trabalhar para criar séries de ETCR no Médio Oriente e em África, durante o mesmo período de Inverno 2022/2023, abrangendo toda a região EMEA (2,2 biliões de pessoas)», reforçou.

Por outro lado, o director da ETCR, Maurício Slaviero, considerou que «estes planos enquadram-se na nossa estratégia de construir uma pirâmide ETCR, com o PURE ETCR no topo e a base formada por séries regionais e nacionais». «Estamos também em negociações para organizar o ETCR Ásia e América. Na verdade, tudo já tinha sido corrigido para iniciar o ETCR Asia em 2023, mas a pandemia da Covid-19 está a condicionar este calendário», sublinhou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *