Estoril com regras no campeonato FIM CEV

 A prova está agendada para o próximo dia 7 de Julho no Autódromo Fernanda Pires da Silva. 

(auto.look2010@gmail.com)

Apresentação da prova, na presença de Manuel Marinheiro, presidente da FMP

O circuito do Estoril vai receber a primeira prova internacional de motociclismo depois da paragem ditada pela pandemia da Covid-19, sem público nas bancadas e estando previsto o cumprimento de medidas sanitárias rigorosas. O circuito recebe no dia 7 de Julho a primeira prova da temporada do campeonato FIM CEV, depois de no início de Junho já ter acolhido com êxito o arranque do Campeonato Nacional de Velocidade.

O traçado português volta a estar em destaque ao receber a primeira prova válida para um campeonato do mundo pós-confinamento, o campeonato FIM CEV, por onde passaram algumas das maiores estrelas actuais da modalidade e considerado um “degrau” na ascensão ao mundial de MotoGP.

António Lima, presidente do Motor Clube do Estoril e responsável pela direcção de corrida do FIM CEV 2020, garante que o circuito «está preparado para esta prova». «Neste momento temos um asfalto novo e podemos dizer que somos um dos melhores circuitos do mundo para a prática de eventos motorizados», sublinhou António Lima na cerimónia de apresentação do evento.

O presidente do Motor Clube do Estoril lembrou o sucesso na organização da primeira prova do nacional de velocidade e promete que no dia da corrida e no dia anterior, quando decorrem as sessões de treinos, serão seguidas «com rigor» todas as medidas sanitárias preconizadas pelas autoridades de saúde.

«Na prova que fizemos em Junho foi testada toda a gente, foi um desafio exigente, mas também um exemplo de civismo. Para o FIM CEV as regras vão ser apertadíssimas e posso adiantar que apenas estará disponível um terço do “paddock”, com uma capacidade para 800 a 900 pessoas, com regras sanitárias muito apertadas e testes a todos os pilotos», afirmou.

Já Manuel Marinheiro, presidente da Federação de Motociclismo de Portugal (FMP), assinalou que «ter o FIM CEV no circuito do Estoril é uma prova de confiança na modalidade». «Sabemos o quanto é importante para os pilotos e jovens nacionais ter contacto com pilotos estrangeiros mais experientes, por isso fizemos um esforço para nos adaptar a esta nova realidade. Tudo faremos para continuar a promover e fazer crescer a modalidade», afirmou o presidente da FMP.

Também presente na apresentação da prova esteve Ivo Lopes, único piloto português que já venceu a competição neste formato, que frisou também a importância do esforço feito para receber o campeonato FIM CEV em Portugal.

«É muito importante ter uma prova destas no nosso país. É um campeonato muito importante, uma etapa fundamental para a ambição de chegar ao Mundial e por onde passaram grandes nomes do motociclismo. É o sonho de qualquer piloto participar neste campeonato», concluiu.

Esta prova, recorde-se, é o derradeiro degrau no acesso ao MotoGP, contando igualmente para o Europeu Moto2 e European Talent Cup.

Depois da etapa marcada para o Estoril, que inaugura a competição, o FIM CEV viaja até Portimão para a segunda prova da temporada, que terá lugar a 10 de Julho, no Autódromo Internacional do Algarve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: