Estoril “alagado” e com mais de 100 pilotos FIM CEV

Jeremy Alcoba garantiu a pole-position de Moto 3, Edgar Pons mais rápido nas Moto 2, Kiko Maria na nona linha da Talent Cup e Jose Antonio Rueda foi primeiro na European Talent Cup.

(auto.look2010@gmail.com)

Jeremy Alcoba

A meteorologia instável marcou o dia de qualificação da primeira jornada do FIM CEV que começa a temporada de 2019 no Circuito do Estoril. Ao longo da jornada deste sábado, os pilotos que correm nas três categorias daquela que é a antecâmara do MotoGP, tiveram de procurar o melhor tempo com condições extremamente exigentes.

A chuva intensa que em determinados momentos caiu na zona da pista portuguesa transformou as sessões de treinos cronometrados numa espécie de lotaria. Jeremy Alcoba, em Moto 3, Edgar Pons, em Moto 2, e Jose Antonio Rueda, na European Talent Cup, foram os que melhor contornaram as dificuldades e ditaram as leis para as corridas que se realizam este domingo.

Edgar Pons

Na principal categoria do FIM CEV, o Moto 3 Junior World Championship, Jeremy Alcoba garantiu o melhor tempo e é o detentor da primeira “pole-position” do ano nesta competição. O espanhol, que corre com uma Husqvarna da Laglisse Academy, rodou em 1m47,214s e deixou o segundo classificado, Deniz Oncu (Red Bull KTM Ajo), a 58 milésimos de diferença.

Carlo Tatay Vila (Fundacion Andreas Perez 77), também em KTM, fez terceiro, a menos de quatro décimas do mais rápido e fecha a primeira linha da grelha de partida para a corrida a realizar este domingo.

 

Kiko Maria

Os melhores tempos dos pilotos de Moto 3 foram todos alcançados na segunda sessão de qualificação. Com o céu menos encoberto e a pista mais seca, os jovens lobos aproveitaram para baixar consideravelmente as marcas alcançadas na sessão inaugural. Destaque para o facto de só o décimo classificado ficar já a mais de um segundo de diferença do piloto que garantiu a “pole-position”.

EDGAR PONS DOMINA MOTO 2

Na Moto 2, competição em que os pilotos correm com motos iguais foi, também, um espanhol que se destacou. Edgar Pons, da Baiko Racing Team não só foi o mais rápido como segurou o primeiro lugar da tabela de qualificação com uma margem folgada. Aos comandos da Kalex Honda 57, deixou a concorrência longe. Niki Tuuli, da Finlândia, foi o segundo mas a 1,294 segundos de distância. Já o malaio Kasma Kasmayudin, que compete com a Dynavolt Intact Sic Junior Team, fechou no terceiro lugar, a 1,314s.

Kiko Maria

Apesar do tempo estar melhor do que na primeira sessão de treinos cronometrados, a pista ainda não estava tão rápida como quando foi a vez de evoluírem os pilotos de Moto 3. Assim se justifica o facto de a diferença de tempos entre a manhã e a tarde na qualificação de Moto 2 não ser tão evidente como nas restantes categorias do FIM CEV.

Nesta categoria correram, também, as Superstock 600 (modelos de série equipados com pneus homologados) em que Leon Orgis foi o mais forte. O alemão bateu Peetu Paavilainen, que fechou na segunda posição, enquanto Kevin Orgis conseguiu o terceiro registo na qualificação desta classe.

KIKO MARIA NA NONA LINHA DA EUROPEAN TALENT CUP

O único representante português este fim-de-semana, Kiko Maria, garantiu um lugar na European Talent Cup. A competição mais numerosa do FIM CEV no Estoril, com 56 concorrentes inscritos, foi muito disputada e implicou a divisão do grupo em dois. Assim, durante a jornada deste sábado, houve quatro sessões de qualificação.

Integrado no Grupo B, Kiko Maria aumentou, de forma constante, o seu andamento. Durante a manhã, com a pista molhada, não foi além do 23.º registo. O piloto da Leopard Impala Junior Team aproveitou as 16 voltas que deu ao Circuito do Estoril para procurar a melhor forma de ser mais rápido.

Quando o piso do circuito português começou a secar, Kiko Maria também imprimiu um andamento bem mais intenso e, na segunda sessão de treinos cronometrados, garantiu a nona linha para a corrida desta categoria ao ser o 15.º mais rápido no seu grupo e o 27.º entre os 40 pilotos que vão alinhar nas duas corridas deste domingo.

«Tínhamos andamento para andar nos da frente. Chegámos a andar nos dez primeiros do meu grupo. Seria 18.º, 19.º da geral. Podia ter feito melhor. Já nos testes o tinha feito», começou por explicar o piloto que olha para as corridas com muita motivação. «Agora (na segunda sessão de qualificação) era fazer aquilo que tinha feito nos testes. Estou bastante confiante para a corrida. Estou bem ciente daquilo que tenho que fazer que é chegar aos pontos. Não está longe», sublinhou.

A “pole-position” foi conquistada por Jose Antonio Rueda. O piloto da Talent Team Estrella Galicia 0,0 correu no Grupo A e foi o único a rodar no segundo 49. Estabeleceu a marca de 1m49,931s e deixou Roberto Garcia, do Grupo B, a pouco mais de dois décimos de segundo. O terceiro mais rápido para a primeira corrida de amanhã foi Fenton Seabright, também do Grupo B, que andou em 1m50.263s.

Este domingo, a acção em pista arranca ainda antes das 9h00 com as sessões de “warm-up” para as diferentes categorias. O ponto alto do fim-de-semana está, porém, reservado para as 11h00, momento em que começam as corridas.

HORÁRIO DAS CORRIDAS FIM CEV ESTORIL 2019

11h00 – European Talent Cup – Corrida 1

12h00 – Moto 2 – Corrida 1

13h00 – Moto 3 – Corrida 1

14h00 – European Talent Cup – Corrida 2

15h00 – Moto 2 – Corrida 2

16h00 – European Talent Cup Serie 2 – Corrida

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação