Estoril abre segunda metade da época do CNV

Cabe ao Circuito do Estoril acolher no próximo fim‑de‑semana (20 e 21 de Julho) aquela que é a primeira prova da segunda metade do Campeonato Nacional de Velocidade 2019.

(auto.look2010@gmail.com)

Após duas rondas em que o cenário do Autódromo Internacional do Algarve foi o escolhido, a segunda metade do ano terá como palco único o circuito do Estoril com os seus 4.182 metros de perímetro. Um regresso que se prevê bastante quente e animado num ano em que a disciplina mostra maior adesão por parte de pilotos, equipas e mesmo marcas que mostram cada vez mais um envolvimento ainda mais intenso na competição, ajudando a que mais pilotos possam estar em pista.

Ivo Lopes é o comandante na classe maior, Superbike, com 22 pontos, cinco de vantagem face ao regressado Pedro Nuno, cabendo a Tiago Magalhães a terceira posição a apenas 10 pontos do segundo posto do campeonato numa época onde já pontuaram 18 pilotos na classe maior do CNV.

Tomás Alonso é o comandante nas Supersport 300 e chega ao Estoril com nove pontos de vantagem sobre Pedro Fragoso, o vencedor na prova anterior e que juntamente com Alonso são os dois vencedores do ano até ao momento.

Nas Pré-Moto3 Francisco “Kiko” Maria leva dezena e meia de pontos de vantagem para este arranque de segunda metade da época, sendo que nas 85cc/Moto4 o primeiro lugar da classificação está nas mãos de Nuno Ribeiro.

Em pista vão estar igualmente os troféus que integram o calendário do campeonato: Troféu ENI – Taça Luis Carreira, Kawasaki ZCup, Copa Dunlop Motoval e também a classe 2 do Troféu 2020 com as MIR Moto5.

VELOCIDADE 2020 COM CAPTAÇÃO

A FMP, em parceria com o Motor Clube do Estoril e a Neumáticos Motoval, vai realizar domingo, no Circuito do Estoril, a terceira acção de captação de iniciação ao Motociclismo de Velocidade, para Jovens dos 6 aos 12 anos inserida na iniciativa Velocidade 2020.

A acção desenrolar-se-á, entre as 10h00 e as 13h00 e das 14h00 às 17h00, cuja zona de actividade terá como cenário o interior do “paddock” do circuito do Estoril. Na zona de actividade, os jovens, além das motos, terão à disposição todo o equipamento necessário, como fatos, botas, luvas e capacetes.

O procedimento de participação é fácil: todos os jovens que pretendam ter contacto com o Projecto de Iniciação ao Motociclismo, deverão dirigir-se acompanhados por um adulto (Pai ou Mãe) ao Circuito do Estoril. O responsável pelo jovem deverá assinar um termo de responsabilidade. É obrigatória a apresentação do BI ou CC do jovem e do familiar que acompanha o jovem.

REGRAS IMPORTANTES

Apenas o coordenador do projecto, João Pinto, assim como os comissários do MCE, estão autorizados a permanecer junto à pista. O acompanhante deverá estar numa zona próxima que será indicada pelos comissários.

Se algum jovem quiser utilizar um capacete, fato, luvas ou botas seus, poderá fazê-lo, desde que os mesmos sejam aprovados pelo coordenador da acção no local.

O tempo em pista será definido pelo coordenador da acção no local, em função do número de jovens presentes, das condições de segurança da pista e do estado técnico das motos.

A participação nesta iniciativa não terá qualquer encargo para os participantes e o úmero de participantes é limitado.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação