Estónio Ott Tanak a duas especiais da vitória

Cumprida a etapa mais longa do Rali do Árctico, o piloto Ott Tänak está confortavelmente no topo da classificação. Aos comandos de um Hyundai i20 Coupé WRC, o estónio aumentou para 24,1s a vantagem para o finlandês Kalle Rovanperä (Toyota Yaris WRC).

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Ott Tanak e Martin Jarveoja (Hyundai i20 Coupé WRC)

O estónio Ott Tanak (Hyundai i20 Coupé WRC) manteve o comando do Rali do Árctico, segunda prova do Campeonato do Mundo de Ralis (WRC) e está duas especiais de vencer a prova e marcar os primeiros pontos do ano, depois do abandono em Monte Carlo.

O finlandês Kalle Rovampera (Toyota Yaris WRC) conservou o segundo lugar, a 24,1 segundos do seu colega de equipa, mas tem o belga Thierry Neuville (Hyundai i20 Coupé WRC), que ultrapassou o irlandês Craig Breen (Hyundai i20 Coupé WRC), a escassos 1,8 segundos, o que quer dizer que a luta pelo segundo lugar vai ser intensa amanhã.

 

Kalle Rovampera e Jonne Halttunen (Toyota Yaris WRC)

O dia ficou marcado pelo abandono do francês Sébastien Ogier (Toyota Yairs WRC) que, na derradeira prova de classificação do dia, ficou “preso” num banco de neve, com a ausência de público, dada a situação que se vive na Finlândia, por causa da pandemia, a impedi-lo de ter ajuda para repor o carro na estrada.

Resta-lhe regressar à prova, amanhã, para tentar arrecadar alguns pontos na “Power Stage”, algo que parece difícil de acontecer por aquilo que fez ao longo do tempo que esteve em prova.

 

Pelo caminho ficou também o francês Pierre-Louis Loubet (Hyundai i20 Coupé WRC) que, depois de ter sido vitima de um furo, que o fez perder cerca de minutos, ontem, viu o motor ceder, o que obrigou a ficar pelo caminho.

O finlandês Esapekka Lappi (VW Polo GTi R5), que fecha o lote dos 10 primeiros, beneficiando do abandono do francês Sébastine Ogier, e comanda entre os RC2, desde o inicio da prova, entra para o derradeiro dia da competição com um avanço de 49,8” sobre o norueguês Andreas Mikkelsen (Skoda Fabia R2 Evo).

ETAPA DE AMANHÃ (DOMINGO)

A prova finlandesa termina, amanhã, com uma dupla passagem por uma única especial, com a segunda a funcionar como “Power Stage”, com a extensão (22,47 km), bastante superior ao que é habitual, a poder permitir que aconteçam diferenças de tempo significativas.

CLASSIFICAÇÃO, APÓS OITO ESPECIAIS

1.º Ott Tanak/Martin Jarveoja (Hyundai i20 Coupé WRC), 1.43’32,1”

2.º Kalle Rovampera/Jonne Halttunen (Toyota Yaris WRC), a 24,1”

3.º Thierry Neuville/Martijn Wydaeghe (Hyundai i20 Coupé WRC), 25,9”

3.º Craig Breen/Paul Nagel (Hyundai i20 Coupé WRC), a 53,4”

5.º Elfyn Evans/Scott Martin (Toyota Yaris WRC), a 1’03,5””

6.º Oliver Solberg/Sebastian Marshall (Hyundai i20 Coupé WRC), a 1’26,8”

7.º Takamoto Katsuta/Daniel Barritt (Toyota Yaris WRC), a a 1’34,4”

8.º Teemu Suninen/Mkko Markkula (Ford Fiesta WRC), a 1’49,3”

9.º Gus Greensmith/Elliott Edmondson (Ford Fiesta WRC), a 3’01,8”

10.º Esapekka Lappi/Janne Ferm (VW Polo GTi R5), a 4’48,8” (1.º RC2)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *