Escuderia Castelo Branco cancela Rali de Tábua

Clube albicastrense emitiu um comunicado a sublinhar que a prova que teria lugar no território tabuense pontuável “para o mesmo campeonato a realizar na semana anterior”, em Mortágua, “produzia inúmeras dificuldades às equipas em participar nas duas provas” num curto espaço de tempo, cujo “impacto desportivo e económico na região seria reduzido”.

(auto.look2010@gmail.com) – Fotos: NUNO DINIS PHOTOS / ARQUIVO

A Escuderia Castelo Branco já não vai, em sintonia com o clube MK Makinas e com o apoio da Câmara Municipal de Tábua, colocar a edição de 2021 do Rali de Tábua na estrada. Um calendário competitivo muito preenchido nos últimos meses do ano, com particular destaque para a realização de duas provas pontuáveis para o Campeonato Centro de Ralis no espaço temporal de uma semana, está na base da decisão.

De acordo cm um comunicado do clube albicastrense, «o Rali de Tábua deste ano não vai ser uma realidade». «Não estão reunidas as condições para que este evento seja, à semelhança das edições anteriores, um sucesso com forte impacto positivo na região onde se realiza».

A pandemia obrigou a uma reestruturação dos calendários desportivos em 2021. Tal medida fez com que o Rali de Mortágua (5 e 6 de Novembro) e o Rali de Tábua (13 e 14 de Novembro) se realizassem em fins-de-semana consecutivos.

«Se ao nível da organização, tal não teria grandes implicações, o impacto desportivo e económico seria consideravelmente menor em relação ao que se tem verificado nos últimos anos», pode ler-se no comunicado.

Para a Escuderia Castelo Branco, «a probabilidade de a lista de inscritos ser afectada negativamente era grande». «Além disso, as equipas que fizessem questão de participar nas duas provas, não poderiam realizar os reconhecimentos, que habitualmente acontecem no fim-de-semana anterior ao evento».

Deste modo, as entidades envolvidas na organização do Rali de Tábua 2021, optaram por cancelar esta edição e começar, desde já, a trabalhar para o próximo ano: «A proximidade entre as duas provas não beneficia, antes pelo contrário, a modalidade. Em vez de ter um efeito aglutinador, acaba por dificultar a participação das equipas. Nestas circunstâncias, os concorrentes têm dificuldades de logística e organização para se prepararem para o Rali de Tábua. Desta forma, e conscientes que tal situação não teria o impacto positivo que se espera, a decisão mais sensata acaba por ser o cancelamento da edição de 2021 e começar já a preparar 2022», explicou o director do rali, Luís Dias, citado no comunicado de imprensa.

Entretanto, a Escuderia Castelo Branco está a preparar derradeira prova do Campeonato de Portugal de Ralicross, o Ralicross de Castelo Branco, que se realiza entre os dias 29 e 31 de Outubro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *