Escape Livre apresenta a Rota Turística da EN 18

O Clube Escape Livre da Guarda, que lançou em 2021 o projecto Rotas de Portugal em parceria com a SEAT, apresentou, na Biblioteca Eduardo Lourenço, na Guarda, a Rota Turística da Estrada Nacional 18.

(auto.look2010@gmail.com)

A EN18 é a primeira das quatro estradas nacionais com ligação à cidade da Guarda e Beira Interior que fazem parte do projeto Rotas de Portugal, em parceria com a SEAT e com o apoio das Aldeias Históricas de Portugal, dos vários Municípios e das diferentes Comissões Vitivinícolas.

A EN18 liga a cidade da Guarda, capital da Beira Alta, a Ervidel, no Alentejo. É a segunda estrada nacional mais comprida de Portugal com um total de 388 km. Pelo caminho cruza 14 municípios: Guarda, Belmonte, Covilhã, Fundão, Castelo Branco, Vila Velha de Rodão, Nisa, Portalegre, Estremoz, Évora, Portel, Vidigueira, Beja e Aljustrel. Cruza duas Aldeias Históricas de Portugal: Belmonte e Castelo Novo, e passa bem perto de outras 3 que valem bem a pena o desvio: Sortelha, Idanha-a-Velha e Monsanto.

INAUGURAÇÃO DO MARCO DO KM 0

A apresentação do roteiro, que foi realizado a bordo dos novos SEAT Leon FR e SEAT Leon Sportstourer, continuou com a comitiva a deslocar-se até ao local do Km 0 da EN18 onde foi inaugurado o novo marco que assinala o início desta estrada e um totem turístico com um QR Code onde cada um poderá ter acesso ao roteiro e ao mapa GPS via Google Maps que lhe permitirá percorrer toda a N18.

Seguiu-se depois um percurso pela EN18 da Guarda até Belmonte, Aldeia Histórica de Portugal, onde decorreu uma prova de vinhos, cortesia das Comissões Vitivinícolas da Beira Interior e do Alentejo.

Na apresentação estiveram presentes representantes de vários dos Municípios da EN18, incluindo os presidentes das Câmaras Municipais da Guarda e de Beja, que aproveitaram para enaltecer a iniciativa.

«Temos aqui mais um motivo para poder olhar para o Interior com um fator de oferta diversificada ao nível do turismo. Os focos de interesse são imensos e, portanto, a EN18 pode ser também um ponto de ligação e, ao mesmo tempo de promoção e divulgação, daquilo que, da Guarda até Ervidel, ela tem para oferecer a quem a percorrer» afirmou Carlos Chaves Monteiro, edil da Câmara da Guarda.

Já Paulo Arsénio, edil da Câmara de Beja, comentou que «são projectos como este, que contribuem muito para valorizar o Interior do país». «As nossas potencialidades turísticas ficam claramente ampliadas através de produtos estruturados como este, que percorrem territórios que muitas vezes não tem holofotes turísticos, como, por exemplo, tem o Litoral. Portanto, isto é um produto muito interessante, que começa na serra da Estrela, acaba na planície alentejana e tem uma imensidão de concelhos e distritos para percorrer. Nós também temos uma oferta magnífica na nossa zona e na nossa região e, através deste projecto, queremos dar uma amplitude maior a tudo o que de bom temos para oferecer».

Também Teresa Lameiras, directora de Marketing e Comunicação da SEAT Portugal, aproveitou para salientar que «este projecto, que parte da Guarda e ao qual nós temos muito gosto em associar-nos como SEAT Portugal, é sem dúvida uma comunicação muito interessante para todos aqueles que gostam de conduzir e andar na estrada».

«Nós temos realmente automóveis que são ideais para este tipo de percursos, porque são extraordinariamente seguros e tecnológicos, e acreditamos que quem quiser fazer esta estrada estará muito bem ao volante de um SEAT, acrescentou a responsável.

«Este projecto, à imagem daquilo que tem sido o trabalho extremamente importante do Escape Livre, é uma via de comunicação estruturante e é fantástico termos agora estes roteiros, e as pessoas olharem, não só para a Nacional 18, mas também para as outras estradas que fazem parte deste projeto, como um caminho para chegar às Aldeias Históricas de Portugal», destacou, por seu turno, Arménio Coelho, das Aldeias Históricas de Portugal.

Luís Coelho, do Clube Escape Livre e responsável do projecto, aproveitou o momento para lançar o desafio a todos os municípios e entidades da EN18: «As Rotas de Portugal, que irão percorrer não só a EN18, mas também a EN221, a EN16 e a EN17, têm um enorme potencial de atração turística. Mas para isso é preciso que todos os municípios e agentes de promoção do território se juntem à iniciativa e trabalhem, em conjunto e individualmente, em novas formas de as promover e divulgar. Da parte do Escape Livre, cá estaremos para o continuar a fazer através das nossas atividades».

A Rota Turística da EN18 pode ser vista no site do Clube Escape Livre em https://www.escapelivre.com/roteiros/estrada-nacional-18-da-serra-a-planicie/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *