ÉPOCA ACABOU PARA CAL CRUTCHLOW

Terminou mais cedo para Cal Crutchlow a temporada de 2018. O piloto da LCR Honda foi um dos azarados do dia e na segunda sessão de treinos livres sofreu uma violenta queda na rapidíssima Curva 1 que deixou consequências nada simpáticas.

Após passagem pelo centro médico do circuito de Phillip Island e consequente transporte para uma unidade hospitalar em Melbourne, onde será submetido a uma intervenção cirúrgica nas próximas horas, foi diagnosticado que o britânico fraturou o tornozelo direito bem como a tíbia da perna direita. Duas lesões que irão obrigar a um longo período afastado das pistas, o que pode desde já comprometer igualmente o arranque da preparação da temporada de 2019.

Desta forma e com a ausência nas derradeiras três corridas do ano, deverá cair por terra a hipótese de Cal Crutchlow fechar o ano, tal como em 2016, como melhor piloto independente. Nesta fase o britânico lidera esse campeonato com 15 pontos de vantagem sobre o segundo classificado, Johan Zarco, curiosamente o piloto que venceu esta competição em 2017, ano da sua estreia em MotoGP.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação