Elfyn Evans alarga vantagem e Loeb está fora

O piloto britânico do Toyota GR Yaris Rally1 terminou a secção da manhã de hoje da 55.ª edição do Vodafne Rally de Portugal na frente da classificação, num dia em que o francês Sébastien desistiu outra vez. A Toyota colocou três viaturas nos lugares de pódio, o que traduz na perfeição a superioridade da marca nipónica em solo português.

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

O facto do japonês Takamoto Katsuta (Toyota GR Yaris Rally1) ter ascendido ao terceiro lugar, por troca com o espanhol Dani Sordo (Hyundai i20 N Rally1), deixa Jari-Matti Latvala, o director desportivo da marca nipónica, mais à vontade face ao duelo entre o inglês Elfyn Evans e o finlandês Kalle Rovanpera, ambos em Toyota GR Yaris Rally1 na luta pela vitória.

É que caso algum deles seja vítima dessa luta, ou mesmo os dois, sobra o japonês para garantir o triunfo, que para a marca seria ouro sobre azul, já que era a vitória de piloto e marca do mesmo país.

Na luta pelo triunfo foi a vez do inglês responder e ganhar 8,2 segundos ao finlandês, o que lhe permitiu elevar a vantagem para 18,4 segundos, quando falta cumprir a segunda passagem pelas especiais de manhã e a super-especial desenhada na Foz, no Porto.

Pelo caminho voltou a ficar Sébastien Loeb, em Ford Puma Rally1. Depois dos problemas sentidos em Cabeceiras de Basto, o piloto francês optou por renunciar, ao contrário do que sucedeu com o seu compatriota Sébastien Ogier que conseguiu retirar o carro do local onde tinha ficado.

Depois do despiste em Cabeceiras, o piloto do Toyota GR Yaris Rally1 terminou a especial com mais de meia hora que a concorrência, penalizando 12 minutos (dois em termos de classificação) à entrada de Amarante. O francês cumpriu a classificativa e rumou ao Parque de Assistência, restando saber qual a opção que vai tomar: continuar ou abandonar.

Um furo e a consequente troca de pneus custou um atraso de três minutos ao francês Adrien Fourmaux (Ford Puma Rally1), que desceu para 10.º, por troca com o estónio Ott Tanak (Hyundai i20 N Rally1), que fez o segundo tempo na classificativa, intrometendo-se entre os dois candidatos ao título.

Nos RC2, o melhor tempo na prova de classificação foi para o francês Yohan Rossel (Citroen C3 Rally2) que bateu o finlandês Teemu Suninen (Hyundai i20 N Rally2) por 7,7”, o que lhe permitiu reduzir o atraso para o finlandês para 9,2”.

Armindo Araújo (Skoda Fabia Rally2 Evo) continua a aproximar-se de Ricardo Teodósio (Hyundai i20 N Rally2), com a diferença entre os dois a descer para menos de um minuto, tudo apontando para que o primeiro regresse ao lugar de “melhor português”.

Pelo caminho ficou José Pedro Fontes (Citroen C3 Rally2), que era terceiro entre os portugueses, posição que passa a ser ocupada por Francisco Teixeira (Skoda Fabia Rally2 Evo), depois de Paulo Caldeira (Citroen C3 Rally2) ter penalizado 11 minutos (1’50” em termos de classificação), à entrada da especial.

CLASSIFICAÇÕES

12.ª PC – AMARANTE 1 (37,24 KM) – 1.º, Elfyn Evans/Scott Martin (Toyota GR Yaris Rally1), 25’02,3”; 2.º, Ott Tanak/Martin Jarveoja (Hyundai i20 N Rally1), 25’06,9”; 3.º, Kalle Rovampera/Jonne Halttunen (Toyota GR Yaris Rally1), 25’10,5”; 4.º, Takamoto Katsuta/Aaron Johnston (Toyota GR Yaris Rally1), 25’15,7”; 5.º, Thierry Neuville/Martijn Windaeghe (Hyundai i20 N Rally1), 25’15,9”; 6.º, Dani Sordo/Candido Carrera (Hyundai i20 N Rally1), 25’20,9”; 7.º, Pierre-Louis Loubet/Vincent Landais (Ford Puma Rally1), 25’38,3”; 8.º, Gus Greensmith/Jonas Andersson (Ford Puma Rally1), 25’40,6”; 9.º, Craig Breen/Paul Nagle (Ford Puma Rally1), 25’40,9”; 10.º, Yohan Rossel/Valentin Sarreaud (Citroen C3 Rally2), 16’23,4” (1.º RC2); …; 16.º, Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia Rally Evo), 16’49,5”; …; 18.º, Ricardo Teodósio/José Teixeira (Hyundai i20 N Rally2), 17’05,5”; …;

31.º, Francisco Teixeira/João Serôdio (Skoda Fabia Rally2 Evo), 31’31,7”; …; 36.º, Paulo Caldeira/Ana Gonçalves (Citroen C3 Rally2), 35’23,1”;

GERAL APÓS 10 ESPECIAIS – 1.º, Elfyn Evans/Scott Martin (Toyota GR Yaris Rally1), 2.17’55,0”; 2.º, Kalle Rovampera/Jonne Halttunen (Toyota GR Yaris Rally1), a 18,4”; 3.º, Takamoto Katsuta/Aaron Johnston (Toyota GR Yaris Rally1), a 1’19,9”; 4.º, Dani Sordo/Candido Carrera (Hyundai i20 N Rally1), a 1’23,4”; 5.º, Thierry Neuville/Martijn Wyndaeghe (Hyundai i20 N Rally1), a 2’19,1”; 6.º, Pierre-Louis Loubet/Vincent Landais (Ford Puma Rally1), a 3’02,9”; 7.º, Craig Breen/Paul Nagle (Ford Puma Rally1), a 3’12,6”; 8.º, Gus Greensmith/Jonas Andersson (Ford Puma Rally1), a 3’19,0”; 9.º, Ott Tanak/Martin Jarveoja (Hyundai i20 N Rally1), a 4’06,4”; 10.º, Adrien Fourmaux/Alexandre Coria (Ford Puma Rally1), a 6’01,2”; 11.º, Teemu Suninen/Mikko Markkula (Hyundai i20 N Rally2), a 8’00,3” (1.º RC2); …;  19.º, Ricardo Teodósio/José Teixeira (Hyundai i20 N Rally2), a 14’07,2”; 20.º, Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia Rally Evo), a 14’54,9”; …; 31.º, Francisco Teixeira/João Serôdio (Skoda Fabia Rally2 Evo), a 39’54,6”; 32.º, Paulo Caldeira/Ana Gonçalves (Citroen C3 Rally2), a 41’24,9”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.