Duelo a três para “partir a louça” no Vidreiro

Rali Vidreiro – Centro de Portugal Marinha Grande, está hoje e amanhã na estrada. Ricardo Teodósio lidera e parte como maior favorito à mas terá de se bater com Bruno Magalhães, Armindo Araújo, com José Pedro Fontes à espreita.

(auto.look2010@gmail.com) – Fotos: JORGE CUNHA E ALBANO LOUREIRO/AIFA E OFICIAIS

Quando faltam duas provas (Vidreiro e Casinos do Algarve) para terminar o Campeonato de Portugal de Ralis, os três primeiros – Ricardo Teodósio (Skoda Fabia R5), Bruno Magalhães (Hyundai i20 R5) e Armindo Araújo (Hyundai i20 R5) – estão separados por 14,24 pontos e todos nas mesmas circunstâncias.

Todos vão pontuar nas duas provas que faltam, depois de terem prescindido de o fazer em Amarante (Ricardo Teodósio), Mortágua (Bruno Magalhães) e Açores (Armindo Araújo), podendo a decisão do título depender da pontuação a deitar fora, após a prova algarvia, com Armindo Araújo a ser, do ponto de vista teórico, o mais beneficiado uma vez que é o que tem menos pontos desaproveitáveis (0,5 por ter vencido uma especial, em Amarante onde desistiu).

Na Marinha Grande os três vão pontuar por inteiro, e no final será altura de fazer contas para a prova algarvia, o que os vai obrigar a dar tudo por tudo para chegarem ao triunfo, embora haja quem possa “baralhar” as contas.

Vencedor em Amarante, depois de uma longa ausência de triunfos, José Pedro Fontes (Citroën C3 R5) chega à Marinha Grande consciente que a conquista do título, embora difícil não é impossível e por isso será mais um candidato ao lugar mais alto do pódio.

Já sem hipóteses de sucederem a Armindo Araújo na lista de campeões, Pedro Meireles (VW Polo GTi R5) e João Barros (Skoda Fabia R5) alinham sem pressão extra e são à vitória e aos lugares do pódio, o que a concretizar-se irá “baralhar” as contas dos candidatos ao título.

De assinalar que o açoriano Luís Miguel Rego (Ford Fiesta R5), que esteve em Amarante, volta a deslocar-se ao continente, com o objectivo de continuar a sua evolução e deve, tal como Paulo Meireles (Hyundai i20 R5) estar na luta por um lugar no top ten”.

O Rali Vidreiro – Centro de Portugal Marinha Grande conta, também, para o Campeonato Centro de Ralis, com Fernando Teotónio (Mitsubishi Lancer IX), vencedor de quatro das cinco provas efectaudas, a partir como favorito e a poder assegurar a conquista do respectivo ceptro.

Armando Carvalho (Mitsubishi Lancer IX) e Adruzilo Lopes (Mitsubishi Lance IX) deverão ser os seus mais directos opositores na luta pelo triunfo, com Adruzilo Lopes a poder tirar partido da sua maior experiência para se superiorizar aos seus adversários, embora o seu resultado não tenha influência nas contas do campeonato.

A ESTRADA

A prova arranca, hoje, sexta-feira, na Marinha Grande (17.00) com os concorrentes a cumprirem uma dupla passagem pela ”clássica” especial de S. Pedro de Moel (12,66 km – 18h00 e 20h00), com o dia a terminar com a Super Especial da Marinha Grande (1,50 km – 21h30).

No sábado, a prova sai para a estrada à 8h45 e os concorrentes têm de cumprir uma dupla passagem pelas classificativas de Mata Mourisca (17,13 km – 10h00 e 13h00) e Assanha da Paz (22,15 km – 10h30 e 13h30), com a parte competitiva a terminar com uma terceira passagem por S. Pedro de Moel (15h15), com a chegada a acontecer na Marinha Grande (16h30).

Os participantes do Campeonato Centro de Ralis cumprem esta sexta-feira uma passagem pela especial de S. Pedro de Moel e a Super Especial da Marinha Grande, para amanhã, sábado, passarem uma vez por cada uma das classificativas do dia.

 

 

 

CLASSIFICAÇÕES DOS CAMPEONATOS

PORTUGAL DE RALIS

PILOTOS – 1.º, Ricardo Teodósio, 119,18 pontos; 2.º, Bruno Magalhães, 114,12; 3.º, Armindo Araújo, 104,94; 4.º, José Pedro Fontes, 87,24; 5.º, Miguel Barbosa, 70,82; 6.º, Pedro Almeida, 54; 7.º, Ricardo Moura, 46,39; 8.º, António Dias, 33; 9.º, Paulo Meireles, 32; 10.º, Miguel Correia, 30. Estão classificadas mais 19 pilotos.

NAVEGADORES – 1.º, José Teixeira, 119,18 pontos; 2.º, Bruno Magalhães, 114,12; 3.º, Luís Ramalho, 104,94; 4.º, Inês Ponte, 79,24; 5.º, António Costa, 73,39; 6.º, Nuno Almeida, 50, 7.º, Jorge Eduardo Carvalho, 49,68; 8.º Pedro Alves, 36; 9.º, Paulo Babo, 33,14; 10.º, Diogo Correia, 30. Estão classificadas mais 13 navegadores.

CENTRO DE RALIS

PILOTOS – 1.º, Fernando Teotónio, 131,65 pontos; 2.º, Armando Carvalho, 69,71; 3.º, Luís Mota, 49; 4.º, Gaspar Pinto, 37,68; 5.º, Gonçalo Figueiroa, 37; 6.º, Rui Silva Santos, 33; 7.º, André Cabeças, 28,55; 8.º, Eduardo Veiga, 27; 9.º, Leonardo Coelho, 24; 10.º, Fernando Peres, 23,55. Estão classificados mais 35 pilotos

NAVEGADORES – 1.º, Luís Morgadinho, 138,48; 2.º, Ana Santos, 77,13; 3.º, Alexandre Ramos, 58,56; 4.º, José Janela, 41,42; 5.º, Justino Reis, 31; 6.º, Luís Ribeiro, 28; 7.º, Rodrigo Pinheiro, 24; 8.º, José Pedro Silva, 23,55; 9.º, Tomás Branco, 23; 10.º, Eduardo Santos, 22. Estão classificados mais 28 navegadores

FICHA DA PROVA

Prova – Rali Vidreiro – Centro de Portugal/Marinha Grande

Data – 4/5 de Outubro

Organizador – Clube Automóvel da Marinha Grande

Estrutura – 383,90 km divididos por duas etapas: Marinha Grande – Marinha Grande (104,35 km); Marinha Grande – Marinha Grande (279,55 km)

PC – 8 (3 + 5)

Extensão das PC – 118,04 km (26,82 km + 91,22 km)

Percentagem das PC – 30,74 %

Inscritos – 28 (15 RC2, 2 RC2N, 4 RC3, 3 RC4, 4 RC5)

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação