Ducati “esmaga” rivais para o GP de Itália

Ao monopolizar a primeira linha da grelha e ao deixar em aberto a derradeira posição na segunda linha, a Ducati esmagou a concorrência e assume-se como a mais séria candidata à vitória no traçado italiano.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Proveniente da Q1, depois de ser 13.º no final do terceiro treino livre, o “rookie” Fabio Di Giannantonio (Ducati) garantiu a primeira “pole” em MotoGP, impondo-se aos compatriotas Marco Bezzecchi (Ducati) e Luca Marini (Ducati), com o francês Johann Zarco (Ducati) e outro italiano, Luca Marini (Ducati), a completarem o domínio do construtor transalpino, cabendo ao francês Fabio Quartararo (Yamaha) a honra de ser o primeiro atrás do quinteto local.

A qualificação ficou marcada pela queda, mais uma, do espanhol Marc Marquez (Honda), que viu a moto arder, enquanto o português Miguel Oliveira (KTM) fecha a quinta linha da grelha, sendo o melhor da marca austríaca, à frente do seu colega de equipa, o sul-africano Brad Binder (KTM).

A chuva que fez uma ligeira aparição hoje, poderá ser, amanhã, se as condições meteorológicas se confirmarem, um precioso auxiliar dos pilotos da marca austríaca.

Se em MotoGP o domínio foi da Ducati, em Moto2 o domínio pertenceu aos pilotos espanhóis, com Aron Canet (Kalex), que garantiu a segunda “pole” da temporada, terceira da carreira, e Pedro Acosta (Kalex) a fazerem o 1 – 2, deixando a derradeira posição da primeira linha para o inglês Sam Lowes (Kalex), com o comandante do campeonato, o italiano Celestino Vietti (Kalex) a registar o quarto tempo.

Apesar de ter dominado os treinos livres de Moto3, o italiano Dennis Foggia (Honda) foi batido pelo turco Deniz Oncu (KTM) e pelo espanhol Daniel Holgado (KTM) e tem de contentar-se com a terceira posição na grelha de partida, o que não o impede de pensar na vitória, dado o equilíbrio que tem sido verificado nas corridas da categoria.

GRELHAS DE PARTIDA

MOTOGP1.ª linha: Fabio Di Giannantonio (Ducati), 1’46,156”; Marco Bezzecchi (Ducati), 1’46,244”; Luca Marini (Ducati), 1’46,327”; 2.ª linha: Johann Zarco (Ducati), 1’46,383”; Francesco Bagnaia (Ducati), 1’46,471”; Fabio Quartararo (Yamaha), 1’46,506”; 3.ª linha: Aleix Espargaro (Aprilia), 1’46,507”; Takaaki Nakakami (Honda), 1’46,561; Pol Espargaro (Honda), 1’46,667”; …; 5.ª linha: Michele Pirro (Ducati), 1’48,209”; Jorge Martin (Ducati), 1’47,223; Miguel Oliveira (KTM), 1’48,231”. Alinham mais nove pilotos.

MOTO21.ª linha: Aron Canet (Kalex), 1’51,121”; Pedro Acosta (Kalex), 1’51,246”; Sam Lowes (Kalex), 1’51,279”; 2.ª linha: Celestino Vietti (Kalex), 1’51,381”; Mattia Pasini (Kalex), 1’51,465”; Ai Ogura (Kalex), 1’51,478”; 3.ª linha: Joe Roberts (Kalex), 1’51,552”; Tony Arbolino (Kalex), 1’52,566”; Jake Dixon (Kalex), 1’51,3612. Alinham mais 22 pilotos.

MOTO31.ª linha: Deniz Oncu (KTM), 1’56,811”; Daniel Holgado (KTM), 1’56,908”; Dennis Foggia (Honda), 1’57,094”; 2.ª linha: Sergio Garcia (GasGas), 1’57,232”; Izan Guevara (GasGas), 1’57,236”; John McPhee (Husqvarna), 1’57,289”; 3.ª linha: Diogo Moreira (KTM); 1’57,405”; Ricardo Rossi (Honda), 1’57,450”; Ryusel Yamanaka (KTM), 1’57,513. Alinham mais 20 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.