Ducati domina qualificação em Aragão

O português Miguel Oliveira (KTM) parte este domingo do 18.º lugar da grelha para o Grande Prémio de Aragão de MotoGP, enquanto o italiano Francesco Bagnaia pulverizou o recorde do circuito, com o tempo de 1m46,322s, à média de 171,9 quilómetros por hora, conquistando a 50.ª “pole position” para a Ducati.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Francesco Bagnaia (Ducati)

A Ducati colocou duas motos nas duas primeiras posições da grelha de partida para a corrida de MotoGP, com o italiano Francesco Bagnaia (Ducati) a garantir a “pole”, o que sucede a segunda vez, depois de o ter feito no Qatar, a fazer a volta mais rápida da história ao traçado espanhol e a bater o australiano Jack Miller (Ducati) por 0,366”.

O francês Fabio Quartararo (Yamaha), que comando o campeonato, completa a primeira linha da grelha e está em boa posição para continuar a escapar aos seus perseguidores em termos de campeonato.

O espanhol Marc Marquez (Honda), o primeiro piloto da casa, vai largar de quarto, a melhor posição de partida esta temporada, tendo a seu lado os seus compatriotas Jorge Martin (Ducati) e Aleix Espargaro (Aprilia).

O português Miguel Oliveira (KTM) continuou a ser o mais lento dos pilotos da marca austríaca, com o 18.º tempo, o que o vai obrigar a uma corrida de trás para a frente, para chegar aos pontos.

Miguel Oliveira (KTM)

No final, Miguel Oliveira manifestou-se «surpreendido» com uma «vibração estranha» sentida na sua moto: «Foi uma qualificação um pouco estranha depois das boas sensações nos quartos treinos livres. Encontrámos algumas dificuldades com os pneus novos e uma vibração estranha, que ainda não percebemos se vem dos pneus ou da moto», frisou. Ainda assim, Miguel Oliveira disse acreditar «que ainda será possível» fazer muitos pontos na corrida de domingo.

Em Moto2 foi o inglês Sam Lowes (Kalex) a registar o melhor tempo, sendo o único a chegar ao segundo “51”, o que lhe permitiu superiorizar-se ao australiano Remy Gardner (Kalex), que comanda o campeonato e ao espanhol Raul Fernandez (Kalex).

Em Moto3, o sul-africano Darryn Binder (Honda) assegurou a terceira “pole position” da carreira, segunda do ano, tal como sucedeu com Francesco Bagnaia alcançada no Qatar. O argentino Gabriel Rodrigo (Honda) e o japonês Tatsuki Suzuki (Honda) completam uma primeira linha monopolizada pela marca nipónica.

GRELHAS DE PARTIDA

MotoGP1.ª linha: Francesco Bagnaia (Ducati), 1’46,322”; Jack Miller (Ducati), 1’46,688”; Fábio Quartararo (Yamaha), 1’46,719”; 2.ª linha: Marc Marquez (Honda), 1’46,048”; Jorge Martin (Ducati), 1’46,878”; Aleix Espargaro (Aprilia), 1’46,883”; 3.ª linha: Joan Mir (Suzuki), 1’47,162”; Pol Espargaro (Honda), 1’47,194”; Enea Bastianini (Ducati), 1’47,278; …; 6.ª linha: Danilo Petrucci (KTM); 1’47,708”; Luca Marini (Ducati), 1’47,741”; Miguel Oliveira (Honda), 1’47,751. Alinham mais quatro pilotos

Moto21.ª linha: Sam Lowes (Kalex), 1’51,778”; Remy Gardner (Kalex), 1’52,057”; Raul Fernandez, (Kalex), 1’52,084”; 2.ª linha: Hector Garzo (Kalex), 1’52,107; Ai Ogura (Kalex), 1’52,148; Albert Arenas (Boscoscuro), 1’52,170”; 3.ª linha: Jorge Navarro (Boscoscuro), 1’52,197”; Fabio Di Giannantonio, (Kalex), 1’52,387”; Marco Bezzecchi (Kalex), 1’52,391”. Alinham mais 23 pilotos

Moto31.ª linha: Darryn Binder (Honda), 1’57,724”; Gabriel Rodrigo (Honda), 1’57,905”; Tatsuki Suzuki (Honda), 1’57,976”; 2.ª linha: Sérgio Garcia (GasGas), 1’58,069”; Andrea Migno (Honda), 1’58,103”; Deniz Oncu (KTM), 1’58,314”; 3.ª linha: Jeremy Alcoba (Honda), 1’58,362”; Niccolò Antonelli (KTM); 1’58,381”; Pedro Acosa (KTM); 1’58,434”. Alinham mais 19 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *