DS Techeetah com nova “arma” em Roma

Nova viatura terá uma caixa de velocidades e um inversor com significativas evoluções que irão permitir ao português António Félix da Costa, campeão em título, e ao francês Jean-Eric Vergne lutar pelas vitórias.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

A exemplo do que sucedeu na cidade saudita de Diriyah, no arranque do campeonato, que teve uma jornada dupla, com vitórias do holandês Nick De Vries (Mercedes) e do inglês Sam Bird (Jaguar), Roma recebe, este fim-de-semana, mais uma jornada dupla do Mundo de Fórmula E. Uma situação que será repetida dentro de 15 dias, em Valência, onde, pela primeira vez, a Fórmula E vai trocar as ruas das cidades por um circuito tradicional.

As artérias da “cidade eterna” serão as primeiras a conheceram a nova “arma” da DS, que correu na Arábia Saudita com o carro do ano passado, por considerar que a nova motorização ainda não estava devidamente testada, por apresentar um motor, uma caixa de velocidades e um inversor com significativas evoluções que irão permitir ao português António Félix da Costa, campeão em título, e ao francês Jean-Eric Vergne lutar pelas vitórias.

As duas primeiras corridas mostraram que Mercedes e Jaguar estão competitivas, com a DS confiante que a nova motorização lhe permitirá regressar às primeiras posições de onde esteve afastada nas duas primeiras corridas.

Quinto classificado no campeonato, a 17 pontos de Nyck De Vries, António Félix da Costa volta a integrar o primeiro grupo na qualificação, o que poderá condicionar a sua posição na grelha para a primeira corrida, uma vez que os tempos melhoram à medida que os grupos vão entrando em pista, o que faz com que, na maior parte dos casos, os pilotos do primeiro grupo não consigam entrar na “Super Pole”.

Com os seus 3,385 km e 19 curvas, o traçado romano, desenhado ao redor do Obelisco Marconi, é um dos mais extensos do calendário, com Sam Bird (2018) e Mitch Evans (2019) à procura do segundo triunfo nas ruas da capital italiana.

CLASSIFICAÇÕES DOS CAMPEONATOS

Pilotos – 1.º Nyck De Vries, 32 pontos; 2.º Sam Bird, 25; 3.º Robin Frijns, 22; 4.º Edoardo Mortara, 18; 5.º António Félix da Costa, 15; 6.º Mitch Evans, 15; 7.º Oliver Rowland, 14; 8.º René Rats, 13; 9.º Sérgio Sette Câmara, 12; 10.º Pascal Wehrlein, 11; 11.º Nico Muller, 10; 12.º Oliver Turvey, 9; 13.º Alexander Sims, 6; 14.º Lucas Di Grassi, 6; 15.º Stoffel Vandoorne, 4

Equipas – 1.º Jaguar Racing, 40 pontos; 2.º Mercedes-EQ Formula E Team, 36; 3.º Envision Virgin Racing, 22; 4.º Dragon/Penske Autosport, 22; 5.º Audi Sport ABT Schaeffler, 19; 6.º Rokti Venturi Racing, 18; 7.º DS Techeetah, 15; 8.º Nissan e-Dams, 14; 9.º TAG Heuer Porsche Formula E Team, 11; 10.º Nio 333 FE Team, 9; 11.º Mahindra Racing, 6.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *