DORNA não garante GP de Portugal em 2021

Managing director da entidade detentora dos direitos da MotoGP falou ao Sapo Desporto na apresentação do Grande Prémio de Portugal e deixou ainda elogios a Miguel Oliveira.

(auto.look2010@gmail.com)

Portugal vai receber em Novembro, no Algarve, pela primeira vez desde 2012, um Grande Prémio de MotoGP, competição rainha do motociclismo mundial. O nome oficial da prova – Grande Prémio MEO de Portugal – foi oficialmente apresentado esta quarta-feira e contou com a presença do Managing director da DORNA Sports, entidade detentora em exclusividade dos direitos comerciais e televisivos da FIM Road Racing Wold Championship Grand Prix (MotoGP).

Depois de concluída a apresentação do acordo com a Altice Portugal para o patrocínio do evento, o Managing director da DORNA, Pau Derracanta, presente na cerimónia de assinatura do mesmo, falou da possibilidade de também em 2021 se vir a correr um Grande Prémio de MotoGP no nosso país, encarando-a como muito difícil.

«O acordo com o autódromo de Portimão, que já era um circuito de reserva para esta temporada, é para este ano. Temos já os acordos estabelecidos com outros circuitos para 2021, os quais temos de respeitar. Já temos 20 circuitos definidos para a próxima temporada e não podemos ir além desses 20 Grandes Prémios. Esse é o limite», explicou, lembrando que a vinda da MotoGP ao nosso país se deve à especificidade da temporada de 2020, marcada pela pandemia da Covid-19 e ao cancelamento de vários outros grandes prémios.

«Em 2021 o Grande Prémio de Portugal voltará, como era este ano, a voltar a ser um Grande Prémio de reserva. A partir daí, para o futuro, logo se vê», sublinhou.

Pau Serracanta aproveitou ainda para deixar muitos elogios a Miguel Oliveira e dizer que acredita mesmo que este pode chegar ao título mundial, no futuro: «Conhecemos o Miguel desde que ele era um miúdo, a competir nas categorias mais baixas, e sempre vimos nele um verdadeiro lutar. Este ano, tendo já ganho um Grande Prémio, mostrou muita maturidade, muita inteligência. Acredito que repetirá noutros Grandes Prémios o que conseguiu no GP de Estíria e, no futuro, porque não dizê-lo, poderá vir a ser um campeão do mundo», garantiu.

Sobre o Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, as referências que Pau Serracante tem recebido de outros pilotos têm sido as melhores: «Dizem-me que é um circuito muito divertido, para o qual é preciso estar muito atento e, para o conhecerem melhor, têm estado a experimentá-lo até em vídeojogos. Dizem que será um excelente local para correr e estamos satisfeitos por eles estarem satisfeitos por lá irem estar», terminou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: