Domínio da Audi no primeiro treino livre do WTCR

Nathanaël Berthon marcou o ritmo na primeira sessão de treinos livres da WTCR Race of Italy, com os pilotos a conhecerem o Autódromo Vallelunga Piero Taruffi naquela que é a primeira visita do WTCR – FIA World Touring Car Cup ao circuito.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

A Audi dominou a primeira sessão de treinos livres, na estreia do traçado italiano de Vallelunga no WTCR, ao colocar três carros nas quatro primeiras posições, com o argentino Nestor Girolami (Honda Civic) a ser o único a conseguir intrometer-se entre os carros da marca dos anéis.

O francês Nathaniel Brethon (Audi RS3 LMS) registou a melhor marca, à frente do belga Gilles Magnus (Audi RS3 LMS), com o marroquino Mehdi Bennani (Audi RS3 LMS) a completar o domínio da marca de Inglostad, que viu o neerlandês Tom Coronel (Audi RS3 LMS) ser o seu quarto piloto a ficar no lote dos 10 mais rápidos.

Bom começo do fim-de-semana para a Honda, que viu os seus carros “perderem” peso, o que poderá ter contribuído para o terceiro tempo do argentino, com o húngaro Attila Tassi (Honda Civic) e o português Tiago Monteiro (Honda Civic) a integrarem o lote dos 10 primeiros, onde a marca japonesa é a segunda a ter mais carros, à frente de Hyundai (2) e da Cupra (1).

Melhores tempos – Nathanael Brethon (Audi RS3 LMS; 1’15,284”; Gilles Magnus (Audi RS3 LMS), 1’15,343”; Nestor Girolami (Honda Civic), 1’15,422”; Mehdi Bennani (Audi RS3 LMS), 1’15,435”; Norbert Michelisz (Hyundai Elantra N), 1’15,488”; Mikel Azcona (Hyundai Elantra N), 1’15,530”; Atilla Tassi (Honda Civic), 1’15,603”; Tiago Monteiro (Honda Civic), 1’15,817”; Tom Coronel (Audi RS3 LMS), 1’15,819”; Robert Huff (Cupra Leon), 1’16,000”. Treinaram mais seis pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.