Diogo Ventura inicia defesa do título com triunfo

O piloto de Góis abriu hoje as “hostilidades” do Campeonato Nacional de Enduro ao ataque para defender o título Elite absoluto com um triunfo em Vila Nova de Santo André, diante de um forte contingente sedento por regressar à competição.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt) – Fotos JOÃO DA FRANCA

O segundo lugar conquistado o ano passado na prova do Motor Sport de Santo André, nas areias naquela localidade do concelho de Santiago do Cacém, ainda estava memorizado na cabeça de Diogo Ventura. Este ano, o piloto da Beta Portugal/Góis Moto Clube/Moto Espinha não deixou os seus créditos e desempenho por mãos alheias e rubricou uma prestação notável.

Além de alcançar uma vitória sem qualquer mácula dois dias depois de festejar a passagem do seu 28.º aniversário, o campeão nacional em título respondeu rigorosamente aos anseios com a sua bem preparada Beta 250, nunca perdendo o “fio à meada” para se impor, com arte e engenho.

Diogo Ventura precisou de 52m46,62s para concluir as quatro voltas a um percurso com cerca de meia centenas de quilómetros, com especiais incluídas, relegando para a segunda posição Gonçalo Reis (Gas Gas), do Team Cais Motor/Solposto, a 1m58,98s de diferença. No lugar mais baixo do pódio terminou Manuel Teixeira (Husqvarna), da Bomcar Husqvarna, a 4m12,94s do vencedor, enquanto o aguedense Ricardo Wilson, companheiro de equipa de Diogo Ventura na Beta Portugal/Moto Espinha, quedou-se pela quarta posição, a 5m06,76s.

Na categoria Hobby, a vitória sorriu a João Carlos Bicha (Gas Gas), com o tempo de 31m56,45s, com Igor Domingos (Yamaha) e Manuel Salvado (Beta) a terminarem na segunda e terceira posição, com o tempo de 32m51,26s e 33m50,09s, respectivamente.

Quanto à classe Open, Martim Ventura (Yamaha), da equipa Yamaha Bluemotor, foi o mais ágil, garantindo a vitória com o tempo de 53m25,39s, com o debutante da Beta Portugal/Moto Espinha, João Hortega (Beta), a reclamar o lugar intermédio do pódio, a 49,11 segundos. Gonçalo Sobrosa (Beta), também da Beta Portugal/Moto Espinha, terminou a jornada inaugural do Nacional de Enduro na terceira posição, a 2m59,79s de Martim Ventura.

Na prova destinada às Senhoras, Joana Gonçalves, da Jetmar Husqvarna, conduziu a Husqvarna ao topo da classificação, com o tempo de 49m17,8s. Depois de muito porfiar pela luta do lugar intermédio do pódio, a jovem Bruna Antunes (Gas Gas), do Team Estrelinha/Gas Gas Portugal, foi a mais rápida que Rita Vieira (Yamaha), da Raposeira Bubbles Racing Team. Bruna Antunes ficou a 54,03 segundos da vencedora e Rita Vieira a 1m54,76s, respetivamente.

Na classe Super Veteranos, Paulo Miranda (Husqvarna), do Turres Off Road, não sentiu grandes dificuldades para se impor com galhardia, terminando a odisseia de Vila Nova de Santo André com o tempo de 34m38,19s. Na segunda posição terminou António Carmo (TM Racing), da AC Motos TM Racing, a 2m32,94s do lugar mais desejado, com Nuno Gonçalves (Husqvarna) da formação Onexy, a cotar-se o terceiro mais rápido, a 1m01,68s do vencedor.

Na categoria Verdes 1, Vítor Queirós (Husqvarna) foi quem alcançou com preciosismo o triunfo. O piloto da equipa Bomcar Husqvarna precisou de 47m05,3s para percorrer as três voltas ao traçado, com Bernardo Vots (Beta), da equipa Beta Portugal/Moto Espinha, a subir ao lugar intermédio, a 52,01 segundos. Por seu turno, Gonçalo Jesus (Beta), da EC Moto Beta Portugal, registou o terceiro melhor tempo, a 1m03,13s de Vítor Queirós.

Finalmente, nos Veteranos, Manuel Moura conduziu a Yamaha da equipa Oliveira Racing Team ao triunfo, com o tempo de 48m02,13s, relegado para a segunda posição Nuno de Jesus Rocha (TM Racing), da formação TM Racing Motos, a 3m07,71s. No terceiro posto terminou Pedro Bianchi Prata (Honda), do Team Bianchi Prata – Honda, a 3m19,65s.

A próxima prova do Campeonato Nacional de Enduro está agendada para os dias 1 e 2 de Maio, competição organizada pelo Góis Moto Clube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *