Diogo Ventura de olhos postos no “bis” de Enduro

Campeão Nacional Enduro absoluto em 2020 com a sua Beta “52”, o piloto de Góis vai manter a mesma “arma” no Campeonato Nacional de Enduro que abre as “hostilidades” este fim-de-semana, em Vila Nova de Santo André, no Alentejo, com a legítima ambição de renovar o tão apetecível ceptro com a marca italiana Beta.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt) – Fotos: JOÃO DA FRANCA

O Campeonato Nacional de Enduro, versão 2021, está de “malas aviadas” para Vila Nova de Santo André, onde o numeroso pelotão desta competição vai disputar a jornada inaugural da temporada. Diogo Ventura, que hoje está de parabéns pela passagem do 28.º aniversário, enceta no Alentejo o propósito de alcançar o título nacional absoluto, pelo que não abdica de levar ao limite a sua Beta 250 e receber a tão desejada prenda pelo triunfo e aniversário, regando a efeméride com euforia.

Depois de uma viagem tranquila desde Góis a Vila Nova de Santo André com a “companheira” de jornada Citroën Jumpy, o embaixador da Barreiros & Vilas vai tentar conquistar os pontos desejados do ano nesta que será a primeira prova de fogo.

A favor de Diogo Ventura está o tipo de piso que se enquadra com as suas predilecções, uma vez que o terreno arenoso é um dos seus favoritos. Um factor a ter em linha de conta para o piloto da Alves Bandeira abordar com entusiasmo as primeiras especiais do ano com cerca de meia centena de quilómetros, desenhadas pelo Motor Sport de Santo André

«Estamos confiantes num bom resultado na prova inaugural do Campeonato Nacional de Enduro. Obviamente que a situação ideal «seria mesmo, no próximo domingo, subir ao degrau mais alto do pódio e celebrar com a minha equipa um arranque perfeito», confidenciou o piloto do Góis Moto Clube.

De acordo com Diogo Ventura, as pretensões de um final feliz «alimentam o nosso estado de espírito e, por isso, vou procurar fazer tudo para alcançar o maior número de pontos, até porque foi para isso que treinei neste longo período de paragem que fomos forçados a fazer».

O piloto goiense e campeão nacional em título, revelou, antes de dar início ao habitual processo de reconhecimento das especiais para uma prova que apresenta um modelo muito semelhante ao de 2020, que a equipa «está num nível competitivo muito elevado, mas, naturalmente, que teremos de estar atentos a todos os detalhes».

«Como tem sido meu apanágio, dedico sempre muita atenção ao reconhecimento das especiais porque a diferença vai mesmo surgir nos pormenores. Sei que vou ter uma concorrência muito forte e astuciosa – e ainda bem para a modalidade – mas são as vitórias perante os melhores adversários que se tornam mais saborosas. Na minha opinião, este ano vai ser muito intenso, embora esteja preparado para levar de novo a coroa para a Beta», sublinhou Diogo Ventura.

Para o próximo domingo, o Campeonato Nacional de Enduro deixa pela primeira vez em 2021 o palanque de partida, com Diogo Ventura a ser o “alvo” preferencial a “abater” por força do título conquistado na passada temporada.

CALENDÁRIO DO CAMPEONATO NACIONAL DE ENDURO 2021

11 de Abril – Vila Nova Santo André

2 de Maio – Góis

12 e 13 de Junho – Régua (2 dias)

26 de Setembro – Águeda

7 de Novembro – Cabeceiras de Basto

20 e 21 de Novembro – Fafe (2 dias)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *