Diogo Ventura de Beta RR 390 a 4 Tempos em 2022

Após dois títulos conseguidos aos comandos de máquinas com motores a dois-tempos, Diogo Ventura vai regressar em 2022 a conduzir uma Beta com motor a 4 Tempos.

(auto.look2010@gmail.com)

Beta RR 390 a 4 Tempos

Em decisão conjunta com os responsáveis da Beta Portugal, o piloto de Góis, a actual referência nacional no que ao Enduro e Enduro Sprint diz respeito, irá pela primeira vez utilizar a super-competitiva Beta RR 390 em 2022. Trata-se de uma moto que foi alvo de especial atenção por parte dos engenheiros da casa tuscana para o ano que se aproxima a passos largos, nomeadamente ao nível do motor e suspensão.

«Esta decisão foi muito pensada e esteve para acontecer, inclusive, em 2021. Já era meu desejo regressar às motos de 4 Tempos, mas optámos, e bem, por esperar mais um ano. A moto chegou agora como prenda de Natal para que possa iniciar o processo de preparação da nova época e estar a 100% quando o campeonato começar», começou por referir o piloto da Beta Portugal.

“Mini bike” oferecida à Maria do Mar

«Sinto-me muito confortável com este tipo de motorização e acho que a 390 é uma moto muito equilibrada, com a dose certa de potência e binário para ser competitivo. A tudo isso juntamos a excelência de componentes de todas as motos Beta e sei que tenho um conjunto e condições para ser novamente campeão. É para isso que vamos trabalhar naturalmente», sublinhou Diogo Ventura.

Juntamente com a sua nova moto, o campeão nacional recebeu igualmente uma “prenda” especial… A primeira “mini bike” para a sua filha, Maria do Mar, que assim irá também dar os “primeiros passos” nas duas rodas aos comandos de uma Beta. Com 2022 prestes a chegar, Diogo Ventura arranca também mais um ano de defesa dos títulos nacionais de Enduro e Enduro Sprint, desta vez aos comandos de uma Beta RR 390 a 4 Tempos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.