Diogo Gago alia-se à The Racing Factory

Piloto algarvio de S. Brás de Alporte, que terá como navegador Jorge Carvalho, regressa à competição no Clio Trophy Spain, competição disputada ao volante de um Renault Clio RS.

(auto.look2010@gmail.com)

Justino Reis, Diogo Gago e Jorge Carvalho

Diogo Gago está de regresso aos ralis e às competições monomarca. Depois de, em 2010, ter dado início à sua carreira ao volante de Seat Marbella, de ter alcançado mais tarde alguns êxitos além fronteiras e das mais recentes experiências ao volante de viaturas de categoria R5, o jovem piloto algarvio une esforços com a The Racing Factory para o seu regresso de forma sustentada ao desporto motorizado, apostando na participação no Clio Trophy Spain, competição disputada ao volante de um Renault Clio RS, voltando a contar com Jorge Carvalho como navegador.

Construído de acordo com as novas regulamentações da categoria Rally 5, o Renault Clio oferecerá a Diogo Gago a oportunidade de participar numa competição competitiva, a bordo de uma viatura confiável, com um nível de equipamento bastante interessante e custos operacionais controlados que lhe poderão permitir relançar a sua carreira, de forma sustentada.

Justino Reis

Para Justino Reis, «este é mais um projecto que demonstra a vontade, que a The Racing Factory tem, em apostar em talentos nacionais, apoiando-os na organização, planificação e evolução das suas carreiras, mostrando estar atenta e disponível para trabalhar em todo o tipo de mercados».

«Olhamos para esta competição como uma excelente forma de entrada nos ralis, numa viatura com custos “acessíveis” e que, neste caso concreto, poderá vir a permitir uma nova experiência ao Diogo Gago. Estamos satisfeitos também por termos recebido a primeira unidade do Renault Clio RS Rally5 a chegar a Portugal, uma viatura de uma marca que tem uma história de ouro nos ralis em nacionais e, também por isso, esperamos que para além do programa do Diogo Gago no Clio Trophy Spain, possamos também estar à partida de mais algumas provas em território nacional, para mostrar as potencialidades deste produto competição Renault», acrescentou o Justino Reis.

Aloísio Monteiro

Já o CEO da The Racing Factory, Aloísio Monteiro, mostra-se bastante agradado com a chegada de Diogo Gago à equipa de Santa Maria da Feira, destacando o desafio a enfrentar: «Se dúvidas havia que a The Racing Factory quer estar ao lado dos jovens talentos nacionais, a chegada do Diogo Gago à nossa equipa vem desfazer todas essas dúvidas. Em conjunto com o piloto, montámos esta aventura em Espanha, que nos permitirá fazer parte da competição que se revela bastante indicada a quem quer iniciar-se no desporto automóvel na Península Ibérica».

«Custos controlados, bom número de inscritos e prémios finais para os vencedores de cada rali podem vir a apoiar a viabilização de futuros projectos. Estamos muito satisfeitos de poder apoiar o Diogo nesta aventura, que é também mais um excelente desafio para a nossa estrutura. O nosso principal objectivo é o de dar condições ao Diogo Gago para voltar a competir numa viatura de categoria Rally2, tão breve quanto possível», explicou ainda Aloísio Monteiro.

Diogo Gago

Já Diogo Gago não esconde a satisfação de voltar à competição num projecto ambicioso que te em mãos: «Este vai ser o regressar à competição automóvel e logo numa competição internacional, com um co-piloto que me acompanhou ao longo de vários anos e com que fiz a minha estreia em ralis, como é o caso do Jet Carvalho».

«Nos últimos dois anos participei em apenas quatro provas e o ritmo não é naturalmente aquele que gostaria. Sinto que sou um piloto que consegue ganhar ritmo competitivo de forma célere e por isso partimos para este desafio com o objectivo de lutar pelos lugares da frente, senão nem faria sentido para mim participar em ralis. Temos que estar conscientes que até lá teremos um trabalho grande pela frente, mas em conjunto com a The Racing Factory, tudo faremos por começar desde cedo a alcançar bons resultados», sublinhou Diogo Gago.

O jovem piloto algarvio demonstrou, de forma humilde, que este “passo atrás” na carreira se deve essencialmente aos custos associados à competição automóvel: «A pandemia afectou um pouco o desenvolvimento da minha carreira e, por via disso, este foi o caminho mais viável que encontrei para retomar a actividade, com custos acessíveis. Talvez se possa considerar que este é um passo atrás, mas na realidade encaro-o com naturalidade, por forma a poder regressar tão breve quanto possível aos principais palcos. Estamos todos muito confiantes que este é o projecto certo para lutar por vitórias».

O Clio Trophy Spain arranca já nos dias 8 a 10 de Abril, em Espanha, no Rallye Sierra Morena, tendo pra mais tarde agendada uma visita a solo português, em Castelo Branco. Num total de seis eventos, a competição monomarca passará pelos principais ralis do país vizinho, prova da importância que é dada a esta competição pelos seus organizadores. Para além deste programa, a The Racing Factory e o piloto têm intenção de procurar marcar presença em mais alguns eventos do Campeonato Nacional de Ralis 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *