Dani Sordo na frente à passagem da Lousã

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com) – Em actualização

 Confirmou-se aquilo que todos esperavam: partir mais atrás era benéfico na etapa de abertura do Vodafone Rally de Portugal. E se, de entrada, o estónio Ott Tanak (Toyota Yaris WRC) pareceu colocar em causa essa perspectiva, ao ganhar 11,3” ao francês Sébastien Ogier (Citroen C3 WRC), que ia ser penalizado por “abrir a estrada”, e 10,4” ao belga Thierry Neuville (Hyundai i20 Coupé WRC), que partia atrás de si, mais tarde o espanhol Dani Sordo (Hyundai i20 Coupé WRC), décimo na estrada, tirou 4,2” ao tempo do piloto da Toyota e tornou-se no primeiro comandante da prova.

De assinalar que para evitar problemas de visibilidade, provocada pelo pó, os 11 primeiros, que tripulam os WRC) partem com intervalos de quatro minutos, enquanto a restante caravana segue separada por dois minutos.

Tempos

1.ª PC – Lousã 1 (12,35 km) – 1.º, Dani Sordo/Carlos Del Barrio (Hyundai i20 Coupé WRC), 9’06,9”; 2.º, Ott Tanak/Martin Jarveoja (Toyota Yaris WRC), 9’11,1”; 3.º, Teemu Suninen/Marko Salminen (Ford Fiesta WRC), 9’11,3; 4.º, Jari-Matti Latvala/Mikka Antilla (Toyota Yaris WRC), 9’11,7”; 5.º, Elfyn Evans/Scott Martin (Ford Fiesta WRC), 9’12,8”; 6.º, Kris Meeke/Sebastian Marshall (Toyota Yaris WRC), 9’13,8”; 7.º, Esapeka Lappi/Janne Ferm (Citroen C3 WRC), 9’15,0”; 8.º, Gus Greensmith/Elliot Edmondson (Ford Fiesta WRC), 9’16,8”; 9.º, Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 Coupé WRC), 9’21,5”; 10.º, Sébastien Ogier/Julien Ingrassia (Citroen C3 WRC), 9’22,4”.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação