Dani Sordo e segurança no Rali Serras de Fafe

O Arquivo Municipal de Fafe recebeu a apresentação da 32.ª edição do Rali Serras de Fafe, que este ano tem como ponto alto a presença do piloto do WRC, Dani Sordo, aos comandos de um Hyundai i20 R5. Igualmente foram apresentadas algumas novidades em termos de percurso.

(auto.look2010@gmail.com)

Ni Amorim, presidente da FPAK

O presidente da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, Ni Amorim, abriu a sessão realçando a importância que o Rali Serras de Fafe tem para o Campeonato de Portugal de Ralis: «É o primeiro Rali do Campeonato e, por isso, é um momento muito importante, pois o que se passa em Fafe serve de barómetro para o que se vai passar no resto da época. Ano passado foi assim e chegamos ao Algarve com praticamente o mesmo número de carros que tivemos em Fafe e com três pilotos a disputarem o título».

NÍ AMORIM REALÇOU AINDA A PRESENÇA DE DANI SORDO

«Este ano temos o Dani Sordo, o que é muito bom, pois temos um ponto de referência para os portugueses e contamos ter ainda mais espanhóis do que o normal e mais notoriedade a nível internacional. Ora, isto é bom para o rali, para o desporto, para a região e para a economia».

Ni Amorim, Raúl Cunha e Carlos Cruz

O presidente da FPAK realçou ainda que «contamos com a comunicação social para divulgar o rali e para nos ajudar a reforçar o apelo à segurança».

A segurança foi um tema quente para todos os oradores. E Carlos Cruz, presidente do Demoporto, clube organizador, em tom bem-humorado, realçou que «em Fafe já não há mais terra para explorar». «Os últimos 800 metros de terra que anda não tinham sido utilizados, vão ser integrados no shakedown e por isso faço um apelo ao senhor presidente da Câmara, para ter mais troços».

Em termos de inscrições, Carlos Cruz afirmou que «é muito bom em termos desportivos, pois termos a presença de Dani Sordo e sabemos que onde ele estiver, estão, normalmente, muitos espanhóis e assim teremos que reforçar segurança». «Apelo mais uma vez aos órgãos de comunicação social para apelarem à segurança, para apelarem ao público, para que se mantenha nos locais seguros».

Carlos Cruz

Relativamente ao programa da próxima edição, Carlos Cruz revelou que «na sexta-feira teremos a novidade do traçado da Fafe Street Stage que começa pelas 21h00. Arranca com o Campeonato de Ralis Norte de Ralis e termina com os participantes do Campeonato de Portugal de Ralis».

«No Sábado realiza-se Ruivães com novo traçado. São Pedro, que já não se faz há muito, regressa à prova e vamos ter o troço Aboim/Vizela, que começa em Aboim, passa pelo rio Vizela e regressa à mesma localidade de Aboim, onde termina. À tarde teremos os clássicos Montim e Lameirinha e esperamos terminar às 17h30, em Fafe, com uma grande festa na Praça do Município», rematou o homem do Demoporto.

Raúl Cunha, presidente da Câmara Municipal de Fafe

O presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raúl Cunha, reforçou o apelo à segurança e explicou o porquê da necessidade de alterar o traçado da Fafe Street Stage: «Este ano é o terceiro em que fazemos a street stage. É uma prova muito bem aceite, trouxe muitos visitantes a Fafe, embora tenha criado algumas perturbações no funcionamento da cidade. Queremos fazer um percurso que traga o rali ao centro da cidade, mas não perturbe o seu bom funcionamento. Este ano a Fafe Street Stage passa mais perto do parque da cidade e dessa forma deixa o centro mais livre, para que a cidade funcione».

«A nossa preocupação com o desenvolvimento do rali e com o bom funcionamento da cidade obrigou-nos a estas alterações e acreditamos que o espectáculo não vai sair prejudicado», adiantou o presidente do município, reforçando «a aposta nos ralis como forma de promoção turística e esta á uma aposta ganha».

«Temos um conjunto de troços estimulantes e com um factor de atractividade especial. Temos ainda a sorte de ter uma bancada natural para os ralis e por isso o desporto automóvel não prescinde de Fafe e Fafe também não prescinde do desporto automóvel», disse.

Por fim, foi tempo de «agradecer ao senhor vereador Parcídio e aos funcionários do município pelo empenho no desenvolvimento da modalidade». «Já agora, só para responder ao senhor Presidente da FPAK, deixe-me dizer-lhe que o que começa bem termina bem e seguramente que no Algarve vão ter muitos participantes», concluiu o edil de Fafe.

O Rali Serras de Fafe vai para estrada nos próximos dias 22 e 23 de Fevereiro.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação