Dakar inicia-se hoje com prólogo e com 16 lusos

A 43.ª edição do Dakar arranca hoje, em Jeddah, na Arábia Saudita, com um prólogo de cerca de 11 quilómetros e a participação de dezena e meia de portugueses.

(auto.look2010@gmail.com)

A edição deste ano, a segunda disputada naquele país do Médio Oriente, conta com a presença de 15 pilotos e navegadores portugueses, um director desportivo e um manager e coordenador técnico, com especial destaque para Ricardo Porém (Borgward) nos automóveis, Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) e o estreante Rui Gonçalves (Sherco) nas motos, classe em que o director desportivo Ruben Faria defende a vitória alcançada pela Honda no ano passado e o manager e coordenador técnico da equipa oficial Monster Energy Yamaha Rally Official Team Pedro “Barbaças” Almeida, tem como objectivo fundamental conquistar o triunfo.

O prólogo de cerca de 11 quilómetros será disputado por todos os pilotos, com o objectivo de definir a ordem de partida para a primeira etapa, a disputar este domingo. O tempo realizado será, no entanto, multiplicado por quatro e contará para efeitos de classificação. Se um piloto não conseguir terminar o prólogo será creditado com o tempo de 25 minutos, aos quais serão somados mais 10 de penalização.

A 43.ª edição da mais emblemática das provas de todo-o-terreno decorrerá entre hoje e 15 de Janeiro, com 12 etapas a mediarem entre a partida em Jeddah e a chegada à mesma cidade, num total de 7.646 quilómetros, 4.767 deles cronometrados.

A edição de 2021 fica marcada pela tentativa da organização de tornar a corrida mais lenta e mais segura para os pilotos. Essa foi a principal lição aprendida em 2020, com a morte do piloto português Paulo Gonçalves, no decorrer da sétima etapa da prova no ano de estreia naquele país do Médio Oriente.

Assim, a organização decidiu entregar aos pilotos das categorias principais a informação sobre o percurso do dia apenas uns minutos antes da partida de cada etapa, evitando consequentemente que as equipas pudessem estudar o traçado ao pormenor.

Por outro lado, os pilotos da elite das motos estão limitados a seis pneus traseiros ao longo das 12 etapas previstas, num total de 7.646 quilómetros, 4.767 deles cronometrados, obrigando-os a controlar o andamento de forma a poupar borrachas até ao final. Os pilotos das motos vão ainda estrear um sistema de “airbag” instalado nos casacos, para amortecer os impactos em caso de queda.

Nos automóveis, mantêm-se as câmaras instaladas nos “cockpits” dos primeiros classificados, de forma a dissuadir a utilização de indicações suplementares. Estas são as principais novidades de uma prova marcada ainda pelas restrições provocadas pela pandemia do novo coronavírus, nomeadamente as ‘bolhas’ em torno das equipas e os contactos limitados com o exterior.

É nesse cenário que o espanhol Carlos Sainz (Mini), nos carros, e o norte-americano Ricky Brabec (Honda), nas motos, vão tentar repetir as vitórias conseguidas no ano passado.

DAKAR NO EUROSPORT 1

2 de Janeiro (Sábado)        22h00/22h30 – Verificações Dakar 2021

3 de Janeiro (Domingo)      22h00/22h30 – Etapa 1 Dakar 2021

4 de Janeiro (2.ª feira)        21h35/22h00 – Etapa 2 Dakar 2021

5 de Janeiro (3.ª feira)        21h35/22h00 – Etapa 3 Dakar 2021

6 de Janeiro (4.ªfeira)         21h35/22h00 – Etapa 4 Dakar 2021

7 de Janeiro (5.ª feira)        21h35/22h00 – Etapa 5 Dakar 2021

8 de Janeiro (6.ª feira)        21h35/22h00 – Etapa 6 Dakar 2021

9 de Janeiro (Sábado)        21h35/22h00 – Dia de descanso Dakar 2021

10 de Janeiro (Domingo)    22h35/23h00 – Etapa 7 Dakar 2021

11 de Janeiro (2.ª feira)      22h35/23h00 – Etapa 8 Dakar 2021

12 de Janeiro (3.ª feira)      22h35/23h00 – Etapa 9 Dakar 2021

13 de Janeiro (4.ª feira)      22h35/23h00 – Etapa 10 Dakar 2021

14 de Janeiro (5.ª feira)      22h35/23h00 – Etapa 11 Dakar 2021

15 de Janeiro (6.ª feira)      22h35/23h00 – Etapa 12 Dakar 2021

19 de Janeiro (3.ª feira)      19h40/20h40 – Resumo Dakar 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *