Crutchlow: dos testes à Covid-19 a rotura de ligamentos

Piloto britânico foi fazer os obrigatórios testes à Covid-19 e, quando regressava do centro de testes, escorregou e sofreu uma rotura no ligamento do tornozelo esquerdo.

(auto.look2010@gmail.com)

O azar não quer largar Cal Crutchlow, piloto de MotoGP. O britânico estava quase recuperado de uma lesão no braço direito e pronto para voltar a correr este fim-de-semana, no Grande Prémio da Catalunha, quando voltou a lesionar-se. Cal Crutchlow foi fazer os obrigatórios testes à Covid-19 e quando regressava do centro de testes, escorregou e sofreu uma rotura no ligamento do tornozelo esquerdo. Esta lesão já foi confirmada pelo médico do MotoGP.

Apesar da lesão, Crutchlow vai participar no GP da Catalunha, ele que é piloto da Honda. O britânico mostrou como ficou o seu pé, numa publicação nas redes sociais. Cal Crutchlow já estava quase recuperado de uma operação ao braço direito que o tirou de três das sete provas já disputadas no Mundial de MotoGP.

Além das lesões que já sofreu no punho esquerdo e braço direito, o inglês não tem tido uma temporada feliz no asfalto. Somou apenas sete pontos nas quatro corridas que disputou e é 21.º no Mundial de pilotos de MotoGP, apenas à frente dos pilotos reservas Michele Pirro e Stefan Bradl, além de Marc Márquez, que abandonou a única prova que fez em 2020, com uma lesão grave.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: