Cristian Stroczynski: dos testes à liderança

Cristian Stroczynski e Alberto Andreotti, em Toyota Hilux Overdrive, lideram a Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal, seguidos por Alejandro Martins/José Marques e Miguel Barbosa/Pedro Velosa.

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com) – Fotos: JORGE CUNHA/AIFA E OFICIAIS

Presente para testar o carro com que vai participar na próxima edição do “Dakar”, o brasileiro Cristian Stroczynski terminou o primeiro dia da Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal no comando da prova da Sociedade Artística Reguenguense.

O piloto do Toyota Hilux Overdrive usufrui 32 segundos de vantagem sobre Alejandro Martins (Mini John Cooper Works Rally), que terminou a primeira passagem pelo SS (83,11 km) no comando, com 6 segundos de avanço sobre o brasileiro, mas que não resistiu ao ataque do seu adversário na segunda passagem.

Miguel Barbosa (Toyota Hilux) terminou o dia a 1 segundos de Alejandro Martins, depois de comandar a prova a meio da primeira passagem, com o regressado Hélder Oliveira (Ford Ranger), ao volante do carro que é habitualmente guiado por André Amaral, é quarto.

João Ramos (Toyota Hilux) capotou na primeira passagem pelo SS, com o carro a cair em cima das quatro rodas, o que permitiu ao piloto prosseguir de imediato e perder escassos segundos, mas um furo atrasou-o e terminou o dia em oitavo, ao contrário do que sucedeu com Tiago Reis (Mitsubishi Racing Lancer), o comandante do campeonato, forçado a abandonar.

Por sua vez, Hélder Oliveira, que faz equipa com Nelson Ramos, conduziu o Ford Ranger à quarta posição, a 1m03s do piloto brasileiro, cabendo a Marcos Stroczynski e Kleber Cincea, em Toyota Hilux Overdrive, encerrar o “top five”, a 3m24s do líder.

A dupla Alexandre Franco e Rui Franco, em BMW Evo X1, terminou o dia de hoje na sexta posição, a 4m00s da formação brasileira, com o piloto de Tomar; Pedro Dias da Silva, navegado por José Janela, a levar a Ford EXR05 Proto ao sétimo posto, a 5m26s do topo da classificação.

O Team Consilcar, formado por Edgar Condenso e Nuno Silva, em Ford MO EXR05 Proto), abordou o duplo Sector Selectivo rápido e exigente sem qualquer condicionalismo ao volante da Ford MO EXR05 Proto, concluindo no 9.º lugar da geral, a 9m08s, à frente de Manuel Correia e Miguel Ramalho, em Mitsubishi HRX Ford, a 11m05s.

Nos rápidos e desafiantes troços alentejanos, a dupla Nuno Matos e Joel Lutas viu-se obrigada a efectuar algumas mexidas no FIAT Fullback Proto, mas a opção tomada acabou por não surtir o efeito desejado, com a equipa a concluir a etapa de hoje no 11º posto da geral.

Com organização a cargo da Sociedade Artística Reguenguense, a Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal termina este domingo, reservando aos concorrentes mais dois Sectores Selectivos, cada um composto por 62,76 quilómetros ao cronómetro.

Classificação – 1.º, Cristian Stroczynski/Alberto Andreotti (Toyota Hilux Overdrive), 1.55’51”; 2.º, Alejandro Martins/José Marques (Mini John Cooper Works Rally), a 32”; 3.º, Miguel Barbosa/Pedro Velosa (Toyota Hilux), a 33”; 4.º, Hélder Oliveira/Nelson Ramos (Ford Ranger), a 1’03”; 5.º, Marcos Stroczynski/Kleber Cincea (Toyota Hilux Overdrive), a 3’24; 6.º, Alexandre Franco/Rui Franco (BMW Evo X1), a 4’00; 7.º, Pedro Dias da Silva/José Janela (Ford EXR05 Proto), a 5’26”; 8.º, João Ramos/Vítor Jesus (Toyota Hilux), a 5’33”; 9.º, Edgar Condenso/Nuno Silva (Ford MO EXR05 Proto), a 9’08”; 10.º, Manuel Correia/Miguel Ramalho (Mitsubishi HRX Ford), a 11’05”. Estão classificadas mais 20 equipas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: