Continental com centro tecnológico no Porto

A Continental vai instalar no Porto um centro de desenvolvimento de tecnologias que poderá empregar «cerca de 300 engenheiros» e apoiará o desenvolvimento de soluções para veículos eléctricos, condução autónoma e cibersegurança, anunciou hoje o grupo alemão.

(auto.look2010@gmail.com)

«Após quase seis anos de troca de informações, estudos, análises e negociações, é com enorme satisfação que vemos a instalação desta nova empresa Continental Engineering Services (CES) em Portugal. Trata-se de mais um passo significativo do que tem sido a nossa estratégia dos últimos anos: trazer para Portugal outras áreas de negócio do Grupo Continental, tal como esta», refere o presidente do Conselho de Administração da Continental Mabor, citado num comunicado.

«Com esta empresa — acrescenta Pedro Carreira – abrimos uma porta aos jovens licenciados em Portugal, pois todos os colaboradores da CES são altamente qualificados».

Inicialmente localizada nas instalações da Continental Mabor – Indústria de Pneus, S.A. em Lousado, Vila Nova de Famalicão, a CES irá instalar-se «até ao final do ano» na sua localização definitiva, perto da FEUP (Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto), no polo universitário da Asprela. Segundo adianta a Continental, a cerimónia de inauguração das novas instalações da empresa no Porto está prevista «para o início do ano de 2020».

A Continental Engineering Services é uma subsidiária do Grupo Continental que foi fundada em 2006 para fornecer serviços de engenharia às indústrias. Iniciou a sua actividade nas cidades alemãs de Frankfurt e Nuremberga, com 30 engenheiros, mas actualmente emprega mais de 1.800 colaboradores e tem 20 localizações em todo mundo.

«Estamos orgulhosos por expandir as nossas actividades para a cidade do Porto e construir uma equipa de excelência. Acreditamos na qualidade dos engenheiros portugueses e estamos confiantes que esta nova localização será o pilar do nosso sucesso, no futuro», sustenta o diretor da Continental Engineering Services Portugal, Jochen Diehm, também citado no comunicado.

Focada no desenvolvimento e fornecimento de produtos e em serviços de integração e de consultaria, a CES actuará em Portugal «especialmente nas áreas de veículos eléctricos, condução autónoma e cibersegurança», adianta a empresa.

Segundo explica, a CES «adapta tecnologia de produção em massa a requisitos específicos de clientes, oferecendo tecnologia de ponta num curto espaço de tempo, para um número muito restrito de clientes».

«A CES apresenta-se como o melhor parceiro em soluções de engenharia dentro do sector automotivo, bem como para todas as outras indústrias», refere, salientando que «possui um “know-how” abrangente, criatividade e acesso a todas as tecnologias do Grupo Continental e, por isso, proporciona uma enorme flexibilidade e rapidez das suas equipas de desenvolvimento».

Em 2018, o Grupo Continental em Portugal (que engloba a Continental Mabor, Continental Pneus, Continental Indústria Têxtil do Ave, Continental Lemmerz e Continental Teves e a recente Continental Advanced Antenna) tinha no seu quadro permanente cerca de 3.400 colaboradores, tendo facturado 1.236 milhões de euros em 2018.

Fundada em 1871, a Continental oferece soluções para veículos, máquinas, tráfego e transporte e, em 2018, registou vendas globais de 44,4 mil milhões de euros, empregando mais de 240.000 colaboradores em 60 países e mercados.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação