Conduzir na neve como um piloto profissional

O profissional Jordi Gené oferece algumas dicas práticas sobre a condução segura na neve. Quando se estaciona no exterior, é aconselhável deixar os limpa pára-brisas levantados para que não se colem ao vidro.

(auto.look2010@gmail.com)

As condições climatéricas adversas, a pouca visibilidade e o período de Inverno em geral desafiam as habilidades de qualquer piloto. Mas sabemos realmente conduzir na neve? Em Innsbruck, a capital de Tyrol no oeste da Áustria, o piloto profissional Jordi Gené conta-nos como enfrentar essa situação com a máxima calma e confiança.

Um enorme manto branco estende-se até onde a vista alcança e, por vezes, em alguns pontos, atinge dois metros de altura. É de manhã cedo e o sol começa a aparecer atrás das montanhas. Jordi Gené, ao volante de um SEAT Leon X-Perience, equipado com tracção integral 4Drive, oferece o seu primeiro conselho: «Antecipe o que está à frente e tenha calma, esta é a regra básica para conduzir em condições adversas».

SABE DESCER A INCLINAÇÃO DE UMA MONTANHA?

«É fundamental travar com o motor. Em encostas, conduzir devagar ajuda a manobrar mais facilmente o veículo e os travões sofrem menos», diz Jordi Gené ao iniciar uma das descidas. Esta recomendação aplica-se tanto no Verão, como no Inverno. Mas aplica-se especialmente na estação fria, onde o asfalto, com baixas temperaturas, perde aderência.

SURPRESAS À ESPREITA NAS SOMBRAS

Ao conduzir na neve, tenha especial atenção às manchas escuras na estrada onde poderá haver gelo negro: «É importante manter a calma e evitar fazer manobras bruscas», explica Jordi. O piloto que adverte que «tem que se rodar o volante o mais suavemente possível e travar com precaução até que se esteja fora da zona gelada e o carro ganhe novamente aderência».

USE APENAS OS FARÓIS DE NEVOEIRO EM CONDIÇÕES EXTREMAS

O dia está frio, mas ensolarado. Nestes casos, «nunca usamos os faróis de nevoeiro. O seu uso é restrito a situações de pouca visibilidade». «Estas luzes proporcionam um brilho adicional e são úteis durante fortes chuvadas ou nevoeiro denso, mas «podem ofuscar facilmente o trânsito se usadas incorrectamente», avisa Jordi Gené.

A MELHOR MANEIRA DE ESTACIONAR NO EXTERIOR

Jordi Gené aconselha também a colocar o veículo em “P” para estacionar um carro automático e, em ponto morto ou com a primeira metida se for um carro manual. Quando o carro é deixado ao ar livre, ele recomenda «que se coloquem as escovas de limpeza para cima, de modo a que não fiquem no pára-brisas durante um nevão ou se a temperatura cair drasticamente», comenta o piloto. Verificar o automóvel, ter correntes de neve autorizadas e aumentar a distância de segurança, são outras recomendações que ajudarão a tornar a viagem de inverno mais segura.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação