Competição “a sério” começa hoje com oito especiais

A verdadeira competição na 55.ª edição do Vodafone Rally de Portugal arranca hoje com a disputa de oito troços especiais, desenhados na zona centro do país, terminando o dia a norte, com a superespecial de Lousada.

(auto.look2010@gmail.com)

O finlandês Harri Rovanperä (Toyota GR Yaris Rally1), líder do campeonato, é o primeiro piloto a partir para a estrada, a partir das 8h08, para o troço de 12,3 quilómetros na Lousã, apesar de o mais rápido na super-especial de Coimbra, na quinta-feira, ter sido o belga Thierry Neuville (Hyundai i20 N Rally1).

Seguem-se os 19,33 quilómetros de Góis, às 9h08, e os 18,72 de Arganil, às 10h08, antes da paragem para a assistência. A parte da tarde prevê nova passagem pelos três troços da manhã antes da especial de Mortágua, com 18,15 quilómetros, a partir das 16h05.

O dia termina às 19h03 com a superespecial de Lousada, antes de os concorrentes se dirigirem ao parque de assistência na Exponor, centro nevrálgico da prova. Ao todo são 121,67 quilómetros feitos ao cronómetro.

Elfyn Evans (Toyota GR Yaris Rally1)

O britânico Elfyn Evans (Toyota GR Yaris Rally1) venceu a edição de 2021 do Vodafone Rali de Portugal, que tem como recordistas de triunfos o finlandês Markku Alén (1975, 1977, 1978, 1981 e 1987) e o francês Sébastien Ogier (2010, 2011, 2013, 2014 e 2017).

Além de integrar a edição comemorativa dos 50 anos do WRC, o Vodafone Rally de Portugal, que volta a ter na Exponor, em Matosinhos, o parque de assistência, integra o calendário do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR), numa competição para os pilotos lusos encurtada até ao final desta sexta-feira.

O finlandês Källe Rovanperä (Toyota GR Yaris Rally1), que esta época já venceu na Suécia e na Croácia, as provas que antecederam o Vodafone Rally de Portugal, lidera a tabela de pilotos, com 76 pontos, mais 29 do que o segundo classificado, o belga Thierry Neuville (Hyundai i20 N Rally1).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.