Colóquio à volta da Citroën no desporto em Portugal

Está marcada para este sábado, no Auditório do Museu Nacional dos Coches, em Lisboa, a partir das 15h00, com entrada livre, uma conferência sobre a Citroën no Desporto Automóvel promovida pelo Clube Citroën Clássico de Portugal‎.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

Traction Avant, 2 CV, DS, SM, Picasso, gama DS, publicidades, êxitos desportivos, entre muitos outros. A marca Citroën coloca, desde 1919, a criatividade e a tecnologia no centro do seu ADN. A história da Citroën em Portugal traçada ao longo dos últimos 100 anos também é feita pelas inúmeras vitórias no Desporto Automóvel. É este tipo de tertúlia que se pretende conduzir, este sábado, onde a história e as histórias são contadas por quem as viveu de forma intensa e muito apaixonada.

Trata-se da terceira Conferência Centenário intitulada “Citröen no Desporto Automóvel em Portugal com muitos e bons momentos de partilha, onde não faltarão viaturas clássicas expostas da marca francesa do “Double Chevron” ao longo do recinto contíguo ao Auditório do Museu Nacional dos Coches.

Dos Ralis à velocidade, de 1919 a 2019, de nomes como Xavier de Almeida, Artur Mimoso nos anos 20, até aos mais recentes, como Armindo Araújo ou José Pedro Fontes, muitos são os nomes que conduziram, com arte e engenho, as viaturas Citroën ao pódio e às vitórias.

É sobre estes momentos que irá incidir a terceira Conferência Centenário que conta com a participação de diversos pilotos que, com a marca do “Double Chevron”, construíram a sua história como concorrentes dos saudosos troféus Visa ou AX, participaram e ganharam Ralis com o SAXO, ZX, ou C2, brilharam nos circuitos com o BX.

 

Certamente que no Auditório do Museu Nacional dos Coches vão ser contadas, de entusiasta, as inúmeras vitórias, assim como os relatos dos mais recentes feitos da Citroën no Desporto Automóvel em Portugal. Histórias e momentos de suster a respiração quando forem recordados os êxitos mais antigos a que o nome de Francisco Romãozinho, campeão dos anos 70, estará sempre ligado.

O programa completo compreende, às 10h00, pequeno-almoço no L’Écler, na Avenida Duque de Ávila, com oferta de café. Às 11h30 está prevista visitas guiadas à Exposição Centenária Citroën no Museu Nacional dos Coches e, às 13h00, almoço no Restaurante “O Prado”, na Rua Junqueira. Reconfortados os estômagos, a iniciativa prossegue com a apresentação do livro “Citroën em Portugal – de uma Guerra à outra 1919-1940”, de João Barros Rodrigues, com preço especial de lançamento. Finalmente, às 15h00, terá lugar a III Conferência Centenário “A Citroën no Desporto Automóvel em Portugal”.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação