Citroën encerra centenário rumo ao futuro electrificado

 A Citroën encerra o ano do seu centenário com uma última versão da sua campanha de marca “À boleia”. O filme integra o novo SUV C5 Aircross Hybrid e aposta numa mensagem forte: “Há 100 anos que a Citroën democratiza o automóvel. Em 2020, a Citroën irá democratizar o automóvel electrificado”.

(auto.look2010@gmail.com)

O ano de 2019 ficou marcado pelo centenário da Citroën, celebrando-se 100 anos de audácia e de criatividade, consubstanciados por modelos tão míticos como populares, com o 2CV, o Type H, o Méhari, etc, ou pelas geniais campanhas idealizadas por Jacques Séguéla. São capítulos da história da Citroën que o filme de marca “À boleia” destacou desde 2018, com um primeiro episódio, a que seguiria um segundo, lançado no final de 2018 (com o DS, Sébastien Loeb, Jacques Séguéla, etc.), e um terceiro episódio, em Fevereiro deste ano, (a destacar o AmiOne Concept).Neste final de ano, a Citroën regressa com um quarto e último capítulo, sob a forma de um Grande Final, num filme, em que o viajante que anda à boleia através dos tempos, até alcançar o mais recente modelo da marca, o novo SUV C5 Aircross Hybrid.

Apresentado em 6 de Novembro, o novo SUV C5 Aircross Hybrid é o primeiro híbrido plug-in da marca. Inicia a ofensiva da Citroën na electrificação e permite que o filme transmita uma mensagem forte: “Há 100 anos que a Citroën democratiza o automóvel. Em 2020, a Citroën irá democratizar a propulsão electrificada”.

Arnaud Belloni, director de Marketing & Comunicação da Citroën, refere que, «através deste filme, encerramos este incrível ano do centenário, reforçando, mais do que nunca, a ousadia e a identidade popular da Citroën, deixando a promessa de tornar o veículo electrificado acessível a todos». «Posso assegurar que 2020 promete ser rico em surpresas», concluiu

O filme, de 30 segundos, estreou esta quinta-feira, dia 19 de Dezembro, nas redes sociais da Citroën, como forma de agradecer à comunidade online, composta por 18 milhões de fãs, a sua contribuição para as celebrações do centenário. Na vertente musical, o filme mantém-se fiel ao sucesso intemporal “Take thelongwayhome”, interpretado por Roger Hodgson, co-fundador dos Supertramp.

FICA TÉCNICA

Anunciante: Automobiles Citroën.

Responsáveis Citroën: Arnaud Belloni, Bruno Gisquet, Stéphane Barbat e Anne Boura.

Agência: Traction/Betc.

Responsáveis: Bertille Toledano, Hugues Reboul, Julien Grimaldi, Anyce Nedir e Marina Kovalenko.

Director Executivo de Criatividade: Stéphane Xiberras.

Planeamento Estratégico: Philippe Martin Davies.

Director Criativo: Nicolas Lautier.

Director Artístico: MatthieuVivinis.

Copywritter: Jean-RomainSparano.

Tráfego: Nathalie Sanseigne.

Produtor de TV: Caroline Petruccelli.

Produtora: Insurrection.

Produção Áudio: Gum.

Realizador: François Rousselet/ThierryPoiraud.

Director de Fotografia: Stéphane Fontaine/Mathias Boucard.

Banda Sonora: “Take thelongwayhome”,interpretada por Roger Hodgson, co-fundador dos Supertramp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: