Chuva interrompe a corrida em Nova Iorque

Carro do piloto português António Félix da Costa ficou com o pneu traseiro esquerdo furado numa corrida que terminou mais cedo devido à forte chuvada que se abateu sobre o traçado novaiorquino.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Uma bátega de água, que caiu, sobre Nova Iorque, a escassos 10 minutos do final da primeira corrida do fim-de-semana, levou aos caos, com vários pilotos, entre os quais os três primeiros, a saírem da pista, depois de momentos antes, o brasileiro Lucas Di Grassi (Venturi) ter dito que era impossível conduzir naquelas condições de aderência.

Perante o caos instalado na pista, a Direcção da Corrida exibiu a bandeira vermelha, quando faltavam 7’30” para os 45 minutos da corrida, e ficou-se a aguardar a sua decisão.

Após mais de um quarto de hora de espera, a Direcção de Corrida decidiu que a mesma não seria recomeçada e que seria levada em consideração a classificação da volta anterior.

Como consequência, o neo-zelandês Nick Cassidy (Envision), que largou da “pole” e só perdeu o comando quando passou pelo “Attack Mode” foi declarado vencedor, à frente do brasleiro Lucas Di Grassi (Venturi) que aproveitou o facto de largar do lado limpo da pista, para ultrapassar o belga Stoffel Vandoorne (Mercedes), que tinha largado da primeira linha, ao lado do neo-zelandês.

O belga seria, ainda, ultrapassado pelo neerlandês Robin Frijns (Envision), que festejou, não só, a dupla presença nos seus pilotos no pódio, mas também, a primeira vitória do neo-zelandês.

Quinto e autor da volta mais rápida, o suíço Edoardo Mortara (Venturi) cimentou a posição de comandante do campeonato, ao passar a dispor de 13 pontos de avanço sobre Stoffel Vandoorne.

O dia correu mal para a DS, com o francês Jean-Eric Vergne (DS), que está na luta pelo título, a ser tocado pelo neo-zelandês Mitch Evans (Jaguar), logo na primeira volta, a cair para o fim do pelotão e a ficar em branco, pela primeira vez, este ano, enquanto o português António Félix da Costa (DS) ficava pelo caminho traído pela mecânica.

Este domingo, a cidade que nunca dorme recebe a segunda corrida do fim-de-semana, naquela que é antepenúltima jornada da competição.

Classificação – 1.º, Nick Cassidy (Envision), 29 voltas (67,280 km), em 35’04,095”; 2.º, Lucas Di Grassi (Venturi), a 1,123”; 3.º, Robin Frijns (Envision), a 1,671”; 4.º, Stoffel Vandoorne (Mercedes), a 3,693”; 5.º, Edoardo Mortara (Venturi), a 4,734”; 6.º, Sébastien Buemi (Nissan), a 5,570”; 7.º, Pascal Wehrlein (Porsche), a 5.783; 8.º, Jack Dennis (Andretti), a 6,595”; 9.º, Sam Bird (Jaguar), a 7.207”; 10.º, Nick De Vries (Mercedes), a 7,503”. Classificaram-se mais oito pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.